domingo, 17 de outubro de 2021 - 20:16 h

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / Rússia nega envolvimento de submarino em naufrágio de pesqueiro que matou 56 pessoas

Rússia nega envolvimento de submarino em naufrágio de pesqueiro que matou 56 pessoas

Matéria publicada em 3 de abril de 2015, 13:56 horas

 


Após o naufrágio de um navio pesqueiro ontem (2) no Mar de Ojotsk, próximo à península de Kamchatka, uma das partes mais a Leste do território russo, acima do Japão, a Rússia negou que o desastre, que causou a morte de pelo menos 56 pessoas, tenha sido causado pela colisão com um submarino.

“Todas as informações divulgadas por algumas agências e redes sociais acerca da suposta causa do naufrágio do pesqueiro são invenções”, disse o porta-voz da Marinha russa, general Igor Konashenkov, sobre a especulação a respeito do envolvimento de um submarino no acidente, negando ainda que qualquer submarino russo estivesse na região no momento.

O navio pesqueiro Dalniy Vostok transportava 132 pessoas, das quais 63 foram resgatadas com vida. Segundo as autoridades russas, cerca de dez sobreviventes estavam com sintomas graves de hipotermia e foram transportados ainda ontem para hospitais da península de Kamchatka.

Mais de 20 embarcações e um helicóptero continuam nas águas geladas do Mar de Ojotsk no trabalho de busca a 13 desaparecidos do desastre. Entre os tripulantes do navio, havia 78 trabalhadores russos e 54 estrangeiros, principalmente da Birmânia, Ucrânia, Vanuatu e Letônia.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document