quarta-feira, 23 de setembro de 2020 - 12:52 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Saae-VR instala um sistema de bomba de água para resolver problema no bairro Mangueira

Saae-VR instala um sistema de bomba de água para resolver problema no bairro Mangueira

Matéria publicada em 12 de dezembro de 2019, 11:34 horas

 


Moradores sofriam com falta d’água há quase 40 anos; o sistema de bomba vai atender 200 famílias do bairro

Volta Redonda – O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR) instalou um sistema de bomba para resolver um problema de falta de água no bairro Mangueira. Moradores das ruas Rui Silvestre Henriques e Aderbal de Souza lidavam com o problema há quase 40 anos.

O investimento no pressurizador de rede de água, tipo Booster, foi de R$ 40 mil. A instalação e as partes elétrica e civil foram feitas por uma equipe do Saae-VR. O sistema vai atender cerca de 200 famílias.

O prefeito Samuca Silva disse que não mediu esforços para buscar soluções para o abastecimento regular às famílias.

– Estamos realizando o sonho desses moradores, que estavam há mais de 40 anos sofrendo com a falta de água. Convivi com essa angústia, pois fui criado nesta região, vivi a minha infância aqui, nesta região de divisa com a cidade de Barra Mansa. Agora esse problema está resolvido de forma definitiva – explicou o prefeito.

O novo equipamento tem como função pressurizar a água, que passa a ter pressão para subir até as caixas d’água dos moradores, que até então recebiam abastecimento através de caminhões pipas.

O diretor-presidente do Saae-VR, José Geraldo, o Zeca, explicou que o abastecimento no bairro é feito pela bomba que fica no bairro Ponte Alta.

– Era um problema crônico que já foi resolvido. O novo equipamento foi programado para funcionar a noite, abastecendo todos os moradores – disse Zeca.

José Augusto Magiu, morador da Rua Rui Silvestre Henriques há 35 anos, comemorou a nova conquista.

– De novembro a fevereiro a gente sofria com a falta de água. Para nos abastecer era preciso que o Saae enviasse caminhão pipa. Desde que a bomba foi instalada não estamos mais tendo esse problema. É um alívio. A gente que tem criança pequena em casa utiliza muita água. Estávamos acostumados a racionar a água e priorizar para as tarefas mais urgentes. Isso acabou – concluiu José Augusto.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    E engraçado não é senhor prefeito e a população do São Sebastião não precisa de agua não né vai no minha casa minha vida e procurar saber a realidade das famílias sem água, pq mangueira e práticamente barra mansa ,já são Sebastião não é todo de volta redonda

  2. Avatar

    QUE LIXO DE SERVIÇO, RESERVATÓRIO EM CIMA DA CALÇADA, SE É QUE ISSO PODE SER CHAMADO DE CALÇADA.. PARABÉNS!

Untitled Document