domingo, 20 de junho de 2021 - 21:22 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Samu abre sindicância para apurar caso de homem dado como morto

Samu abre sindicância para apurar caso de homem dado como morto

Matéria publicada em 31 de julho de 2019, 07:55 horas

 


Volta Redonda – O Samu instaurou uma sindicância interna para apurar a suspeita de falha da equipe que atendeu Mário Tanaka, de 46 anos, que chegou ser dado como morto. O fato ocorreu no apartamento da vítima, na segunda-feira (29), na Avenida Oscar de Almeida Gama, no bairro Aterrado.

No imóvel, a mãe de Mário, Neide Tanaka, de 70 anos, foi encontrada morta. A causa da morte ainda é desconhecida pelo delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Franquis Nepomuceno, que espera receber o laudo de necropsia, na próxima semana.

Segundo testemunhas, os funcionários do Samu tiveram no apartamento no início da manhã da segunda-feira e não teriam notado que  Mário estaria vivo. Apenas por volta das 14 horas foi que um perito  descobriu que Mário estava vivo.

Ele chegou ao Hospital São João Batista, onde está internado, desidratado, cheirando mal, com sarna, entre outras doenças. Vizinhos disseram que mãe e e filho pareciam ter transtornos mentais, e que Mário nunca saía do apartamento onde morava.

Confira a nota do Samu na íntegra:

 Foi aberta uma sindicância interna de forma a apurar o corrido, onde serão ouvidos todos os profissionais envolvidos no atendimento, bem como, as gravações do sistema de telefonia e regulação onde são arquivados todos os registros e dados relativos ao atendimento.

Na apuração primária ouve relato por parte dos profissionais que realizaram o atendimento a dificuldade de acesso à residência, sendo necessário apoio do corpo de Bombeiros para adentrar ao imóvel.

Será solicitada de imediato uma reunião com o grupo condutor regional do sistema atenção às urgências para apuração multissetorial do evento ocorrido.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Não precisam apurar nada. Isso é incompetência e/ou descaso dos medicús brasileiros, a maioria deles mauricinhos,formados nas coxas, com o objetivo de somente ganhar dinheiro.Que retornem os Médicos cubanos, esses sim, competentes, humildes, desprendidos,encaram qualquer situação de atendimento.

  2. VAI VENDO aí a equipe de socorristas da SAMU. Ao chamar esse soccorro tenha um familiar por perto.

    Falando em indivíduo vivo dado como morto que esperou atendimento médico por horas, mesmo estando vivo e com o pulso pulsando, além de estar com a temperatura corporal aquecida, o que deu o idoso que estava vivo e foi dado como morto após cair de uma maca em algum hospital público de VR?

    VAI VENDO aí o que dá votar em candidatos que NÃO CONHECEM a Administração Pública a eNÃO ENTENDEM de Gestão Pública.
    Os contribuintes de ALTÍSSIMOS IMPOSTOS e familiares do paciente ficam sem respostas. Quando digo que a PMVR não tem TRANSPARÊNCIA não é à toa. Os 21 vereadores tbm nada falam.

    • Chegou o doutor

      Sabe tudo de tudo ele
      Alô SAMU, chama o menino aí que ele sabe até como bloquear o HIV

      O cara é pródigo

      Depois não falem que não avisei

      Dr. Vai Vendo

      Até ali nos arredores da Amaral Peixoto

  3. Indivíduo vivo é dado como morto. Será que houve falha? Eu sou muito burro! kkkkkkkkkkkkk

Untitled Document