>
terça-feira, 28 de junho de 2022 - 22:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Secretaria da Pessoa com Deficiência de Volta Redonda faz campanha por respeito às vagas exclusivas

Secretaria da Pessoa com Deficiência de Volta Redonda faz campanha por respeito às vagas exclusivas

Matéria publicada em 19 de maio de 2022, 15:16 horas

 


Ação de conscientização ocorreu na manhã desta quinta-feira em ruas e avenidas do Retiro; esta é a segunda no mês

O titular da pasta, pastor Washington Uchôa, acompanhado de uma equipe da SMPD e da GM, percorreu as ruas e avenidas do Retiro – Foto: Geraldo Gonçalves(PMVR).

Volta Redonda- A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD) de Volta Redonda realizou na manhã desta quinta-feira (19) mais uma ação de conscientização de respeito às vagas exclusivas para idosos e deficientes. O titular da pasta, pastor Washington Uchôa, acompanhado de uma equipe da SMPD e da Guarda Municipal, percorreu as principais ruas e avenidas do bairro Retiro.

Com auxílio de uma caixa de som, a caminhada começou a partir da Avenida Antônio de Almeida e seguiu até a Sávio Gama. Durante a ação, folhetos foram colocados junto a veículos que estavam em vagas reservadas aos idosos e deficientes. O ato, o segundo neste mês, faz parte de uma campanha que começou em janeiro deste ano e conscientiza sobre o fato de que essas pessoas têm, por lei, direito a vagas preferenciais em áreas públicas, comerciais e espaços de lazer.

“Esta é uma campanha na qual queremos conscientizar a todos, mas principalmente os motoristas sobre a importância do respeito às vagas preferenciais. Durante essas ações também estamos constatando a necessidade de ampliar o número de vagas. Iremos ampliar e reforçar a pintura da sinalização”, afirmou o secretário da SMPD, pastor Washington Uchôa.

Uchôa destacou durante a caminhada que o Poder Público tem atuado para tornar Volta Redonda uma cidade mais inclusiva e com acessibilidade, mas também é preciso contar com o apoio da população.

“É um trabalho contínuo. O motorista que ocupa uma vaga reservada para um idoso ou de uma pessoa com deficiência vai contra a lei, que reserva espaços em áreas de grande movimento. Toda vez que um condutor ocupa essas vagas sem ter direito a ela, ele tira a possibilidade de um idoso ou de uma pessoa com deficiência de ir a uma consulta médica, um banco, somente pelo fato de não poder estacionar o carro. Além disso, essas vagas são pensadas e planejadas na acessibilidade”, finalizou, informando que vagas reservadas para idosos ou deficientes possuem padrões de espaçamento específicos, assim como a sinalização horizontal e vertical.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Quem estaciona em vaga de deficiente sem ter direito, devia ter que prestar serviço comunitário em associação para pessoas com deficiência.

    Falta empatia, falta cristianismo, falta educação.

Untitled Document