>
quinta-feira, 23 de junho de 2022 - 16:02 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Serviço de acolhimento de animais de Porto Real ajuda a encontrar cão desaparecido há 33 dias

Serviço de acolhimento de animais de Porto Real ajuda a encontrar cão desaparecido há 33 dias

Matéria publicada em 23 de junho de 2022, 16:01 horas

 


Este final feliz, só foi possível graças ao serviço de acolhimento de animais de Porto Real e ao Luciano Amadeu, protetor de animais e membro do Instituto “Helpet” – Foto: Fabiano Sabino(PMPR).

Porto Real- Na última semana, apesar do frio, uma notícia aqueceu o coração dos protetores de animais de Porto Real, e o motivo, foi que o cachorrinho Beethoven, de 8 anos, foi reencontrado pela sua família de tutores. O cachorro, que saiu de Jacareí, na região do Litoral Norte do estado de São Paulo, foi encontrado na estrada sentido Bulhões, cerca de 210 km de distância de sua cidade natal.

Este final feliz, só foi possível graças ao serviço de acolhimento de animais de Porto Real e ao Luciano Amadeu, protetor de animais e membro do Instituto “Helpet”, que no momento que encontrou Beethoven, gravou um vídeo que viralizou na internet, possibilitando assim que o cãozinho fosse identificado pelos seus tutores. ” Como ativista e protetor da causa animal em Porto Real e região, assim que o cãozinho foi encontrado no meio do mato, logo já encaminhamos para o Centro Integrado de Recolhimento, Assistência e Controle de Animais – CIRAC de Porto Real e graças a repercussão do vídeo do animalzinho que em dois dias alcançou 15 mil visualizações, conseguimos fazer com que ele reencontrasse sua dona”, expressou Luciano.

Durante o reencontro, que ocorreu na sede do CIRAC, a dona do cachorro, Maria Eduarda, explicou que o animal ficou desaparecido por 33 dias e que a família não tem conhecimento sobre como Beethoven percorreu todo o percurso. “Foi praticamente 1 mês de procura sem parar e no momento que vi o vídeo do Beethoven na internet, não acreditava que ele conseguiria caminhar por toda essa distância. Porém quando entrei em contato com o responsável pelo vídeo, que me passou o número do Luciano, logo pude ter a confirmação que realmente era ele e não contive minhas lágrimas. Estou muito feliz e aliviada por enfim poder levá-lo de volta para o nosso lar”, disse Maria Eduarda.

Para o prefeito Serfiotis, que também é um protetor de animais, essa é uma história feliz para o cãozinho e sua família, e claro, para todos os amantes de pets. “Por meio do CIRAC promovemos o acolhimento e proteção de cães e gatos, e claro, ficamos felizes quando vemos algo dando certo. Assim como Luciano, temos diversos outros protetores no município e juntos trabalhamos para que mais histórias como essa possam acontecer”, finalizou Serfiotis.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document