Show da Madonna terá pórticos com reconhecimento facial para controle de público

Iniciativa é do Governo do Estado do Rio; apresentação da cantora acontece em Copacabana neste sábado (4)

by Lívia Nascimento

Pórtico de reconhecimento | Imagem: Governo do Estado do Rio

Estado do Rio – O Governo do Estado do Rio de Janeiro anunciou que vai utilizar, pela primeira vez, pórticos para o controle de público, durante o megashow da cantora Madonna, no Posto 2 de Copacabana, neste sábado (4). Os equipamentos, que possuem diversas funções, incluindo o reconhecimento facial por câmeras especiais, foram instalados na noite desta sexta-feira (3).

Ao todo, são 18 pórticos, um em cada ponto de revista. O reforço na segurança auxiliará a polícia no acesso para o evento. Cada um dos pórticos tem cinco metros de altura por cinco metros de largura.

“A recomendação é que todos os recursos tecnológicos que estão ao nosso alcance sejam usados pelas nossas forças de segurança. A experiência de realização de grandes eventos foi retomada pela nossa gestão, que já investiu R$ 3 bilhões em segurança nos últimos anos, principalmente em tecnologia. O importante é garantir a tranquilidade de todos os cidadãos que forem ao show”, destacou o governador Cláudio Castro.

Segundo o diretor de infraestruturas e tecnologias do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM), major Agdan Miranda Fernandes, os pórticos, além de possíveis reconhecimentos faciais de foragidos da Justiça, terão a função de organizar a multidão para revistas pessoais e divulgação de aplicativos das secretarias e órgãos governamentais envolvidos no evento, entre eles os de proteção a mulheres e 190RJ.

“Teremos câmeras de reconhecimento facial em toda a orla e nos acessos de pessoas. Se algum indivíduo condenado ou procurado pela Justiça for flagrado por um dos equipamentos, será devidamente conduzido, após confirmação pela abordagem, para uma Delegacia de Polícia” , adiantou Agdan, explicando que o sistema será totalmente operado por agentes da Polícia Militar, ligados ao CICCM.

Reforço no policiamento com Segurança Presente e CICC Móvel

A base do programa Segurança Presente de Copacabana recebeu, a partir de 6h de hoje (4), o reforço de agentes de outros oito módulos do município, que atuarão em Copacabana até o final do evento. De acordo com o comando da operação especial, cerca de 60 policiais militares e civis, além de uma assistente social, vão se juntar à força-tarefa para aumentar ainda mais a segurança dos fãs, turistas e moradores.

O esquema especial de segurança para o show da cantora Madonna começou no dia 29 de abril e vai até o dia 6 de maio. A Polícia Militar já realiza patrulhamento ostensivo, envolvendo 3,2 mil agentes, 64 viaturas, 65 torres de observação, dois drones com tecnologia para reconhecimento facial, além de câmeras. Como mais uma ação de prevenção, policiais militares e agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) fizeram uma varredura na orla, para detectar possíveis armas, drogas ou produtos alimentícios clandestinos escondidos na areia.

No início da manhã de sexta (3), o CICCM, um caminhão com tecnologias importadas de diversos países foi baseado na Praça do Lido para apoiar as operações. Haverá bloqueios em 18 áreas do bairro e 18 pontos de revista espalhados pelas ruas adjacentes ao palco. A expectativa, com base em estimativas dos setores hoteleiros, bares e restaurantes, é gerar uma movimentação econômica de cerca de R$ 300 milhões.

A cantora pop Madonna | Foto: Reprodução Instagram

Forças de segurança

O esquema especial de segurança para o show começou a ser implantado no dia 29 de abril e vai até o dia 6 de maio. A Polícia Militar já realiza patrulhamento ostensivo, envolvendo 3,2 mil agentes, 64 viaturas, 65 torres de observação, dois drones com tecnologia para reconhecimento facial, além de câmeras. Há bloqueios em 18 áreas do bairro e 18 pontos de revista espalhados pelas ruas adjacentes ao palco.

Desde sexta-feira (3), o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICM), um super caminhão com o investimento de R$ 8,6 milhões, está na Praça do Lido e possibilita o auxílio imediato às equipes de agentes espalhadas pela orla para combater possíveis ações criminosas. Para se ter uma ideia, o zoom ótico e sem distorções de uma das câmeras, pode captar faces de cidadãos e suas características a longas distâncias.

A Polícia Civil também já mobilizou 1.500 agentes, desde quarta-feira (1º). Estão incluídos no esquema policiais da Core e das delegacias de Apoio ao Turismo, do Aeroporto Internacional, de Proteção à Criança e ao Adolescente, de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância e de Atendimento à Mulher.

Centrais de flagrantes estão em funcionamento nas delegacias de Copacabana (12ª DP), Leblon (14ª DP) e Ipanema (13ª DP), onde também há  atuação do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos, com apoio de policiais e peritos criminais. O plano de segurança inclui ainda o reforço nas delegacias da Zona Sul e do Centro e na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI).

Além disso, uma base temporária da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) está funcionando na Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade (Deapti), em Copacabana. Há postos da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI) e da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) na 15ª DP, na Gávea.

Já a base do programa Segurança Presente de Copacabana recebe,  desde as 6h deste sábado (4), o reforço de agentes de outros oito módulos do município, que atuam em Copacabana até o final do evento. Cerca de 60 policiais militares e civis, além de uma assistente social, se juntaram à força-tarefa para aumentar ainda mais a segurança dos fãs, turistas e moradores.

Corpo de Bombeiros

Além do trabalho de vistoria do show, o Corpo de Bombeiros preparou um plano tático operacional da corporação para garantir a segurança do público que vai assistir a apresentação da diva do pop. Cerca de 800 militares foram mobilizados para atuar neste fim de semana do evento, distribuídos por terra, água e ar.

O destaque da força-tarefa é a presença de médicos que farão o resgate às vítimas de afogamento por meio de motos aquáticas, otimizando o tempo de atendimento em até 80% a menos em comparação às ambulâncias. A corporação também tem duas aeronaves à disposição para realizar atendimentos a ocorrências mais graves, além de um posto médico militar avançado, que será montado exclusivamente para o evento nas imediações do posto 6.

A força-tarefa tem ainda o apoio de embarcações, quadriciclos, ambulâncias, motos de resgate para deslocamento rápido em meio ao público, viaturas de salvamento e caminhões-tanque, nos principais pontos de acesso ao evento.

Saúde

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) disponibilizou 2 ambulâncias de suporte a desastres além das 4 ambulâncias que já atuam nas bases da região de Copacabana, Botafogo e Ipanema. Também foram disponibilizadas motolâncias extras para eventuais atendimentos de urgência.

Já as Unidades de Pronto Atendimento de Copacabana e de Botafogo têm reforço de equipes para o atendimento à população.

Transporte

O transporte público é a recomendação dos organizadores para o público que vai assistir à cantora pop. A SuperVia, para a ida,  funciona no horário normal de sábados, sendo que a estação Central do Brasil fechará às 21h15. Para a volta, apenas a Central do Brasil estará aberta para embarque após o evento, com reabertura às 0h15 e funcionamento até as 2h15. Todas as outras estações estarão abertas para desembarque, exceto a estação Praça da Bandeira.

A operação especial do metrô envolve as estações de Copacabana até as 4h da manhã de domingo, com reforço de trens, equipes de atendimento e segurança. A ida  pode ser feita pela linha 1,  do Jardim Oceânico a Uruguai, e linha 2, entre Pavuna e General Osório, sem transferência. A estação recomendada para desembarque é a Siqueira Campos. Já a Cardeal Arcoverde fica aberta para desembarque das 16h às 22h, sem venda de bilhetes. Já a volta pode ser feita nas três estações de Copacabana, que funcionam até as 4h de domingo. As demais estações funcionam após as 0h somente para desembarque.

Para quem usar as Barcas, o terminal Arariboia terá partidas a cada 30 minutos. Paquetá funcionará normalmente, e Charitas e Cocotá não funcionarão.

Cedae

A Cedae disponibilizou quatro pontos fixos no canteiro central da Avenida Atlântica: próximo ao Hotel Lancaster (altura da Rua Duvivier), entre as avenidas Prado Júnior e Princesa Isabel, na altura da Avenida República do Peru e da Rua Siqueira Campos.

Cada local tem uma tenda, onde os aguadeiros servem água gelada em copos biodegradáveis para o público. Toda a água distribuída na orla é transportada diretamente da Estação de Tratamento de Água (ETA) Guandu por caminhões-pipa. As tendas funcionam das 15h de sábado até as 2h de domingo (5/5).

Atendimento ao consumidor

Um plantão de atendimento do Procon atende das 10h às 19h. Consumidores podem entrar em contato através dos telefones (21) 99371-9647 e (21) 99332-8289, ou pelo e-mail [email protected], para assistência imediata.

Agentes da Secretaria de Estado de Defesa do Consumidor vistoriam as embarcações atracadas na orla carioca, para evitar prejuízos aos consumidores. A inspeção ocorre antes de os barcos saírem, ainda nas marinas.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996