sábado, 7 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Suspeita danifica ponto eletrônico do Hospital da Mulher em Barra Mansa

Suspeita danifica ponto eletrônico do Hospital da Mulher em Barra Mansa

Matéria publicada em 12 de novembro de 2019, 09:33 horas

 


Direção da unidade hospitalar vai entregar imagens na 90ª DP e registrar Boletim de Ocorrência

Barra Mansa – Câmeras de segurança do Hospital da Mulher de Barra Mansa flagraram um ato de vandalismo, na madrugada da última segunda-feira (11). Uma paciente danificou o relógio de ponto eletrônico e rasurou o controle de ponto manual dos estagiários.

Após o ato, a mulher escreveu “Todo mundo agora é enfermeiro nessa P…A”. As imagens das câmeras serão entregues na 90ª DP (Barra Mansa) para registrar o Boletim de Ocorrência.

Segundo Fernanda Chiesse, diretora geral da unidade médica, a intenção é responsabilizar a paciente pelo ato de vandalismo.

– Estamos trabalhando na identificação da paciente, que deixou seu bebê sozinho no quarto e por volta das três horas se deslocou até o corredor onde fica o controle de frequência dos funcionários, danificando o ponto eletrônico e rasurando o ponto manual. Os danos foram percebidos durante a troca do plantão – relatou Fernanda.

A diretora ainda destacou que a conscientização deve ser prioridade no hospital.

– O Hospital é um bem público e de uso coletivo. Ninguém tem o direito de danificá-lo. Infelizmente, tudo indica que essa paciente não tem consciência sobre a importância dessa unidade para a vida de centenas de mulheres e seus bebês – concluiu Fernanda.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar
    por um mundo mais justo

    Essa mulher deve pagar pelo o que fez. Agora imagine se o bebê dela, que ficou sozinho no berço, passa mal no momento em que ela estava cometendo esse ato de vandalismo. Com certeza iria dizer que foi culpa do hospital. Tudo é culpa do hospital. Só que quase nunca é divulgado quando uma paciente ou acompanhante faz algo de errado. Ninguém conta quando ameaçam e agridem os funcionários, quando roubam pertences, quando vandalizam. Também não contam todo o esforço que os enfermeiros fazem quando um bebê não consegue mamar( isso não acontece em hospital particular), todo o cuidado e orientações que as pacientes recebem até o momento da alta. Lá dentro são feitos exames que não são oferecidos na rede particular, tanto que muitas mulheres que ganham seus bebês em hospital particular, procuram o hospital da mulher para realizar esses exames( teste do coraçãozinho, teste da linguinha, teste da orelhinha, reflexo vermelho). Ninguém conta que todas as pacientes tem direito a uma acompanhante e essa acompanhante tem direito às refeições ( só que infelizmente a maioria faz maracutaia para que mais de uma acompanhante por paciente usufrua das refeiçoes. O problema de fazer essa maracutaia é que muitas vezes, os funcionários ficam sem alimentação. Acham isso justo, trabalhar com fome?) pois é, isso acontece. Estes são pequenos exemplos que estou dando. Poderia fazer um texto gigante aqui.
    O hospital da mulher está longe de ser perfeito, assim como qualquer outro hospital. Mas a culpa não está só na administração e na conduta de alguns funcionários, a culpa está também em algumas pacientes e alguns acompanhantes.

  2. Avatar

    Esse hospital é um verdadeiro açougue humano, onde as mães e bebês são tratadas de forma cruel.

    O jornal, já que divulgou esta relevante informação, de um possível ato de ‘vandalismo ‘, poderia muito bem fazer una reportagem mostrando o que é o Hospital da Mulher de Barra Mansa.

    Se tiverem preguiça de irem ao local, façam uma rápida pesquisa nas redes sociais.

    Não adianta só publicar o que a tropa de choque do prefeito escreve.

    Abraços.

  3. Avatar

    Tudo isso acontece porque vivemos num país chamado Brasil, onde a impunidade dá segurança aos vândalos, e criminosos de toda espécie. E tem muita gente chamam isso de democracia, seria mais prático demoniocracia. Isso não vai dar em nada. Infelizmente.

  4. Avatar

    É só fazer a ocorrência policial e exigir que ela pague pelo prejuízo.Aliás algumas pessoas têm mania de destruir patrimônio público.Pegou em flagrante tem que fazer BO e exigir a indenização do patrimônio.Isso serve também para os picador está.

  5. Avatar

    Será q ela e outros estão sendo atendidos por pessoas q não são enfermeiros? Estranho o recado.
    Se faz necessário ouvir essa mulher, talvez seja protesto por algum mau atendimento. Se nos hospitais particulares tá uma draga imaginem no sus.

  6. Avatar
    Capeta da grota do Santa cruz

    Fazer pagar o prejuízo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document