quarta-feira, 21 de outubro de 2020 - 06:39 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Suspeito de envolvimento na morte de Renan Júnior Ferreira é preso durante operação da Polícia Civil, em Volta Redonda

Suspeito de envolvimento na morte de Renan Júnior Ferreira é preso durante operação da Polícia Civil, em Volta Redonda

Matéria publicada em 24 de julho de 2020, 07:52 horas

 


Volta Redonda – Agentes da Polícia Civil, coordenados pelo delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Victor Tuttman, cumpriram na manhã desta sexta-feira (24), mandado de prisão contra um homem, de 31 anos, suspeito de envolvimento na morte de Renan Júnior Ferreira, de 29 anos. De acordo com os agentes, o suspeito foi preso no bairro Siderlândia.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos bairros Belmonte, São Geraldo e Padre Josimo, que também foram alvos da operação.

Renan desapareceu no dia 07 de junho; o jovem trabalhava em uma empresa localizada no bairro Retiro, e foi visto pela última vez no domingo, dia 7, no bairro Siderlândia, entre 15h e 16h, a caminho da Vila Santa Cecília. Ele conduzia uma Saveiro branca antes do desaparecimento.

O Corpo de Bombeiros encontrou o corpo da vítima boiando no Rio Paraíba do Sul, próximo a Ponte de pedestre que dá acesso à usina da CSN, no dia 14 de junho.

Delegado diz que morte de Renan foi sentenciada

O delegado Victor Tuttman disse que a morte de Renan foi sentenciada por traficantes que eram rivais a outra facção criminosa, com reduto no bairro onde a vítima frequentava.

– Renan não tinha nenhum envolvimento com o tráfico de drogas e nem era associado a nenhuma facção criminosa. Ele foi julgado e morto por traficantes, sendo que um dos suspeitos foi preso nesta sexta-feira (24), apenas porque ele (Renan) frequentava a mesma comunidade, que era reduto de outra facção criminosa rival a dos executores. O assassinato da vítima teve motivação torpe vinculada a disputa de facções criminosas rivais pelo domínio dos pontos de venda de drogas, sendo que Renan, não tinha envolvimento nenhum com esses criminosos – disse o delegado.

O suspeito foi preso no bairro Belmonte, por meio de um mandado de prisão expedido pela 1ª Vara Criminal de Volta Redonda.

Tuttman explicou que o suspeito aparece em imagens gravadas por uma câmera de segurança dirigindo o veículo de Renan, no dia em que ele desapareceu.

O delegado acredita que mataram Renan com requintes de crueldade e que o colocaram dentro do próprio veículo e, em seguida, desovaram o corpo dele no Rio Paraíba do Sul.

– O veículo de Renan foi apreendido em Guaçuí, no Espírito Santo, há cerca de três semanas, após o motorista trocar tiros com policiais naquela cidade capixaba – disse o delegado, acrescentando que o objetivo agora, é prender outros integrantes da quadrilha.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Atenção papa mikes, temos que fazer mais incursões no Jardim Belmonte. Aquilo lá está uma VERGONHA. E o cara que se diz dono fica por aí ostentando. Tem até mulher baranga trabalhando na boca. E outras bonitinhas fazendo servicinho pro tráfico. Bairro pequeno e tocando o terror. Pra cima deles.

  2. Avatar

    E os registros feitos on line quando a delegacia estava fechada quando é que vão ser apurados?
    Esse tal de Dedic é mais uma ineficiência da polícia civil que só se resolv e na corregedoria.

Untitled Document