quinta-feira, 24 de junho de 2021 - 10:06 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Suspeito de matar PM de Volta Redonda é preso no Rio

Suspeito de matar PM de Volta Redonda é preso no Rio

Matéria publicada em 18 de outubro de 2016, 12:00 horas

 


‘Kiko’ estava em uma casa com um adolescente e um homem, no local foram apreendidos drogas e um rádio transmissor

Kiko teve a prisão decretada pela Justiça carioca

‘Kiko’ foi preso nesta terça na localidade conhecida como Apartamentos

Rio – Policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Cidade de Deus prenderam na manhã desta terça-feira (18) Carlos Henrique Estrela Aguiar, o Kiko, de 33 anos, na localidade conhecida como Apartamentos.  Kiko teve a prisão decretada na quarta-feira (12) pela Justiça carioca.

Ele é suspeito de matar o policial André de Jesus Silva, de 36 anos, que era de Volta Redonda. O crime aconteceu no último dia 7, durante um confronto na comunidade.

Kiko estava em uma casa com um adolescente e um homem. No local foram apreendidos drogas e um rádio transmissor.

O suspeito estava junto com Enzo Henrique Salgueiro Vieira dos Santos, conhecido como ‘Big Big’, de 18 anos, que continua foragido.

Os dois estariam fazendo a segurança de  Carlinhos Cocaína”, chefe do tráfico de drogas na Cidade de Deus, na localidade conhecida como “Lojinhas” quando  trocaram tiros com André e outros PMs. Ambos tiveram a prisão temporária decretada por 30 dias pela Justiça Carioca, por solicitação do delegado Brenno Carnevale, da Delegacia de Homicídios da Capital (DH), que investiga a morte do PM.

Conforme apurado, os policiais militares teriam se deparado com três homens, integrantes da quadrilha, estando um deles armado. Houve um confronto entre eles, no qual foi atingido o soldado André.

A vítima foi socorrida, sendo levada para o Hospital Lourenço Jorge, contudo, não resistiu aos ferimentos e morreu.

O caso foi registrado na 32ª DP (Taquara). Kiko foi levado  para a Divisão de Homicídios da Capital (DH), na Barra da Tijuca, no Rio, onde o caso da morte do soldado Jesus foi registrado.

A  DH pede ao cidadão que tenha qualquer informação sobre a localização de Enzo para entrar em contato através do telefone da unidade (21) 2333-6393, ou pela Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823 ou (21) 2334-8835 ou pelo chat https://cacpcerj.pcivil.rj.gov.br.

As denúncias também podem ser encaminhadas para o Disque Denúncia 2253-1177.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. A mesma eficiência é precisa para desarticular todas facções criminosas dentro das comunidades, para que as mesmas sejam pacificadas de verdade. Pois as upps ainda levaram a pacificação local
    Que Deus abençoe o nosso estado ´´ Rio de Janeiro ´´

  2. Eu nao sei pq ainda o BOPE juntamente com o Core nao entrou la e varreu essa camabada de lá…
    Se bobar bota os fuzileiros navais para abrir caminho..Vcs ainda nao perceberam que isso tudo é uma guerra?

  3. Que rapidez na solução deste crime. Pena que não acontece o mesmo com todos.

  4. Se o projetil que vitimou o policial for confrontado com alguma arma encontrada com esse tal Kiko e der positivo, aí sim já era pra esse kiko rapidinho.

  5. Mentira,como sempre fazem é pra calar a voz da sociedade.Que cheguem ao autor dessa chacina de um trabalhador despreparado e sem recurso.

Untitled Document