sábado, 22 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Suspeito de tráfico de drogas é morto em troca de tiros com a PM em Volta Redonda

Suspeito de tráfico de drogas é morto em troca de tiros com a PM em Volta Redonda

Matéria publicada em 25 de janeiro de 2020, 14:02 horas

 


Uma pistola calibre 380, um rádio comunicador e drogas a contabilizar foram apreendidos

Material apreendido foi entregue na 93ª DP (Foto: Cedida pela PM)

Volta Redonda – Um homem, suspeito de tráfico de drogas, foi morto neste sábado, dia 25, na Rua F, no bairro Coqueiros, em Volta Redonda, após intensa troca de tiros com policiais do 28º BPM. De acordo com a Polícia Militar, um segundo suspeito foi preso e outros dois conseguiram fugir. Um deles foi baleado e outro estava usando um colete a prova de balas. Uma pistola calibre 380, um rádio comunicador e drogas a contabilizar foram apreendidos.

Segundo a PM, o confronto aconteceu após equipe do Serviço Reservado, juntamente com o equipes da polícia, irem ao local após uma denúncia, indicando que homens armados estariam vendendo drogas, e, ao chegarem, foram recebidos a tiros.

De acordo com a ocorrência, a PM revidou em legítima defesa.

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

22 comentários

  1. Avatar

    Parabéns guerreiros deu tiro em PM tem q ir pra vala mesmo esses mlks não respeitam moradores sou morador da VILA Brasília e sei o q fazem vi a ação dos PMs foi digna de aplausos lindíssima!!

  2. Avatar

    Parabéns guerreiros esse Gat é de respeito esse vagabundo treme a população agradece!

  3. Avatar

    Parabéns guerreiros bateu de frente com o Gat 2 do Batista de kkkkk

    • Avatar

      Parabéns Coronel Luciana esse é o melhor Gat de Volta Redonda Gat 2 (Jaurim , Batista e Cipriano ),só porradao

  4. Avatar

    MENOS UM PRA MATAR INOCENTES

  5. Avatar

    Essa e a vida do crime ,, morte ou cadeia..
    O salário do pecado e a morte.. escolha de vida errada

  6. Avatar
    Edvan gomes de Lima

    Um verme a menos parabéns mais um CPF cancelado,mas o certo seria mais ter clínica pra dependente químico

  7. Avatar

    Suspeito que esse não volta a vender nada!!!!

  8. Avatar

    Bandido morto serve de exemplo para novinho que pensa em entrar para o crime desistir logo. Infelizmente se não serve para trabalhar e pensa que o crime compensa a morte é a solução. Antes que VR vire um Rio de Nojeira. Parabéns!

  9. Avatar

    Parabéns aos policiais militares que participaram de mais um cancelamento de CPF inútil.
    O ano esra só começando guerrreiros vamos bater o record de CPF e títulos de eleitor cancelados.

  10. Avatar
    morador do conquista

    avante papa mykes missão dada é missão cumprida e a missão é subir as favelas e matar os traficantes

  11. Avatar

    Coronel Andreia chegando… Vai ser tanto bandido morto que vai dar fila no cemitério do retiro.

  12. Avatar

    Parabéns aos policiais tem pegar firme com estes traficantes

  13. Avatar

    Ótima notícia pra começar o final de semana.
    Vagabundo morto é sinônimo de tranquilidade.
    Parabéns aos guerreiros da polícia militar pela ação.

    • Avatar

      Parabéns GRANDES PMRJ do 28 bom. É desse jeito é ENTRAR RASGANDO CORAÇÕES D BANDIDOS .BATEU D FRENTE VALA NELES . TRAFICANTE É IGUAL CÂNCER SE NÃO CORTAR RÁPIDO CRESCE ENTÃO CHUMBO GROSSO NELES SEM CHANCE DE REMENDO NO HOSPITAL É DIRETO P CAPIROTO CIDADÃ O VAMOS AJUDAR NOSSA POLÍCIA 08000260667..OU 199 OU 197.ESSE DA POLÍCIA CIVIL Q JESUS PROTEJA TODOS POLICIAIS CIVIL E MILITAR E CIDADÃO DO BM

  14. Avatar

    Mais um CPF devolvido pra Receita Federal. Parabéns PMERJ

  15. Avatar
    Cavaleiro do Apocalipse

    É isso aí, antes que aqui vire Angra. Menos um CPF e espero que dois.

    • Avatar
      De olho na politica

      PRA CIMA DELES NOBRES POLICIAIS.
      NÓS PESSOSS DO BEM TDMOSTEMOS QUE APOIAR VOCÊS.
      VAGABUNDO BOM É VAGABUNDO MORTO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document