segunda-feira, 17 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Teatro para todos os gostos

Teatro para todos os gostos

Matéria publicada em 8 de junho de 2019, 09:00 horas

 


Região está com programação teatral extensa, com diversas apresentações em Resende, Volta Redonda e Itatiaia

Os amantes do teatro já tem opções que não acabam mais nos próximos dias, são apresentações que acontecem em Resende, no Espaço Z; em Volta Redonda, no Gacemss; e em Itatiaia, no Clube Finlândia, em Penedo. Os espetáculos começam hoje e terminam no dia dos namorados, dia 12 de junho.
Neste sábado, dia 08, os amantes do teatro podem aproveitar o clima de Penedo e ainda podem assistir “Os Contos Que Trago”, no Clube Finlândia. A peça conta a história de uma filha sempre chegava da escola ao meio dia e isso acalentava e enchia de orgulho o coração dos pais, acreditando que estavam fazendo a coisa certa. O mesmo sentimento tinha Antônio em relação a Lisa, sua dedicada esposa. Até que, ao tomar banho após um quente dia de trabalho, encontrou um negro e crespo pelo em seu sabonete branco. E Antônio, que não tem pelo algum em todo o seu corpo por causa de um trauma de infância, passou a desconfiar da santa esposa. Também temos Artemisa que é o orgulho da mãe extremamente religiosa, mas que sonhava em pular seu primeiro carnaval e conhecer a festa da carne.
Os Contos Que Trago fala das ações miúdas acontecendo nesse exato momento que dificilmente percebemos, até que elas ocorram conosco. A comédia será apresentada às 20h. Mais informação através das redes sociais @oscontosquetrago.
Em Resende, as apresentações de “Ta Azor!- a lucidez de Artaud” acontecem neste sábado e domingo, dias 08 e 09. O espetáculo retorna a cidade com com novidades no elenco. Dois atores se juntam a trupe e o ritual proposto pelo grupo agora será desenvolvido por dois homens e duas mulheres. Calé Miranda explica que a concepção agênero do espetáculo permite esse tipo de configuração. “Não é o gênero de quem interpreta aquelas personagens que importa, mas sim a intensidade com que o ator/atriz traz para si o discurso Artaudiano”, completa ele. Trata-se do mesmo espetáculo com outra densidade e intensidade. “Como trabalhamos com intérpretes-criadores cada um imprime sua verdade na cena, modificando a tensão e reconfigurando o espetáculo.”
Mônica Izidoro e Fátima Colin, atrizes da montagem original, recebem agora a companhia de Arthur Vinciprova e Julio César Pires. As apresentações em Resende são um aquecimento de turbina para a temporada de um mês que vão cumprir no Teatro Café Pequeno, no Rio de Janeiro, a partir de 21 de junho.
Artaud e seu teatro- Antonin Artaud, dramaturgo e ator francês, sempre olhou o teatro não como diversão, mas como a experiência de um “jogo profundo”, dirigido não somente aos sentidos dos espectadores, mas a “toda uma existência”. “A realidade vista ao mesmo tempo pelo direito e pelo avesso, uma alucinação escolhida como principal meio dramático.” Para Artaud o verdadeiro teatro é aquele que celebra um ritual onde todos, atores e plateia, estão compremetidos numa mesma intensidade. “Nós arriscamos nossa vida no espetáculo que acontece em cena, se não tivéssemos o sentido nítido e profundo de que uma parcela da nossa vida está empenhada em cena, não acharíamos necessário levar mais longe a experiência”.
“Ta Azor” é o espetáculo proposto pela “Cia. Da Ação!” a partir das ideias deste genial artista, onde as quatro atores celebram um ritual, hora representando o próprio Artaud e outras personagens, hora representando a si mesmos. Nesta arena preparada para repensar a vida e obra de Artaud, pretendemos comungar com a plateia toda esta intensidade a que o autor nos convida.
O senso comum olha Artaud como um louco; porém nós acreditamos nas ideias do autor e olhamos para seus escritos não como se um louco os estivesse elaborado, mas como o pensamento de uma pessoa lúcida e contemporânea, que fala para a plateia do nosso tempo. São as ideias de Artaud que defendemos e é a partir delas que construímos o nosso teatro.

Dia dos namorados
Ainda em Resende, no dia dos namorados, dia 12 de junho, o Espaço Z vai celebrar a data com teatro, poesia, dança música e astrologia. A proposta da noite romântica tem como estrutura a apresentação do espetáculo ‘Vinícius de Moraes… É Demais!’, que há 25 anos encanta plateias da região. ‘A música e a poesia de Vinícius de Moraes servirá como base da apresentação, mas o nosso show possibilita outras colagens e formas’, diz o diretor. O evento acontece às 21h, e é organizado pelo ator e diretor André Whately.
Uma das possibilidades sugeridas é a participação do astrólogo Helder Câmara, que fará uma breve explanação sobre o mito de Eros e Psique, tratando do amor no campo astrológico. No roteiro da apresentação haverá espaço também para a dança, com uma participação especial do Centro de Dança de Resende, instituição dirigida pela professora Andrea Souto.
A proposta da coreografia é tratar das relações amorosas através do corpo. As intervenções de dança serão protagonizadas por Plínio Costa e Chayenne Almeida. O casal de bailarinos vai explorar a dança de salão e improvisações que completamos poemas de Vinícius tocados e cantados pelos músicos convidados.
Para um espetáculo que está na estrada há tanto tempo, a única certeza é a mudança; mesmo que a essência permaneça a mesma Esta é a história de ‘Vinícius de Moraes… É Demais!’, misto de show e sarau poético que conta com uma nova formação no grupo. A estreia da nova elenco aconteceu no último dia 01 e foi um grande sucesso.
Um dos nomes que se integra ao show é Lara Valente, jovem cantora resendense que foi destaque no The Voice Kids da Rede Globo. Ivete Sangalo, uma das juradas do programa ficou encantada com o talento de Lara e surpresa por uma criança escolher uma canção de Vinícius de Moraes para concorrer. Além de Lara, outro nome que se juntou ao espetáculo foi o instrumentista e cantor Beto Olliveira.
– O Beto é outra grande aquisição para o nosso show. Mas conhecido como percussionista, seu talento vai muito além disso. É um grande violonista e um cantor surpreendente. É um artista completo – diz o criador do show. Para a apresentação do Dia dos Namorados foram convidados também os atores Angelo Tramezzino e Élida Barros, que apresentarão trechos do roteiro do filme ‘Eu Sei que Vou de Amar’, de Arnaldo Jabor, que trata do amor de forma dramática e conturbada.

“Precisamos Falar de Amor Sem Dizer Eu Te Amo”, em Volta Redonda

Na Cidade do Aço, o espetáculo “Precisamos Falar de Amor Sem Dizer Eu Te Amo”, que é de autoria de Wagner D’Avila e conta a história de Bento (Bruno Lopes) e Pilar (Priscila Fantin), será encenado no Teatro Gacemss 1, no dia 14, de junho, às 20h30.
A peça aborda os dilemas dos relacionamentos atuais por meio da história dos dois viúvos que cansados da solidão decidem se aventurar e conhecer pessoas em um aplicativo de encontros
Bento divide seu tempo entre a criação da filha de cinco anos e a tentativa de uma carreira na internet. Após anos sozinho colecionando desilusões amorosas, entra em um aplicativo de encontros para viúvos e lá conhece a excêntrica Pilar, uma jovem guarda de trânsito decidida a reiniciar a vida após um período de isolamento social.
Completos opostos, os dois sentem uma inesperada ligação que os une e que pode provocar mudanças significativas em suas vidas.
O público se identifica com o texto leve e cotidiano, risadas gostosas aparecem durante a peça e um final surpreendente de tirar o fôlego.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document