terça-feira, 12 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Temer minimiza denúncias contra aliados e ministros

Temer minimiza denúncias contra aliados e ministros

Matéria publicada em 18 de outubro de 2016, 19:43 horas

 


Michel Temer chega ao Japão em novo giro internacional

Michel Temer chega ao Japão em novo giro internacional

Brasília – O presidente Michel Temer disse, nesta terça-feira (18), que as denúncias da Odebrecht contra o ministro Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo, Moreira Franco, secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimentos, e Romero Jucá, presidente do PMDB, precisam se consolidar. “Se um dia se consolidarem, o governo verá o que fazer”.

O presidente comentou denúncias publicadas no último fim de semana na imprensa, de que três articuladores de seu governo – Geddel Vieira Lima, Moreira Franco e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) – teriam recebido benefícios da Odebrecht, empreiteira que está sendo investigada pela Operação Lava Jato.

“Sabe o que acontece? O envolvimento dos nomes se deu, convenhamos, por enquanto, por uma simples alegação, por uma afirmação. É preciso que essas coisas se consolidem. Se um dia se consolidarem, o governo verá o que fazer”.

Durante visita ao Japão, ele afirmou estar satisfeito com a forma como outros chefes de Estado têm acolhido suas propostas, em especial no âmbito do Brics, grupo formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul. Sem entrar em detalhes sobre as propostas, Temer destacou, como forma de aproximação dos povos do Brics, a adoção de programas de saúde coletivos assemelhados.

Perguntado sobre a forma como outros líderes têm visto o seu governo, Temer disse acreditar que o veem de forma positiva.

– Seria um pouco pretensioso (dizer isso), mas acho que veem com simpatia. Com toda franqueza, em todas as reuniões em que estive verifiquei que havia muito acolhimento, tranquilidade e compreensão das palavras que digo – disse o presidente brasileiro ao chegar ao Japão.

– Em um jantar em que estivemos do Brics, levantei o tema da aproximação dos povos do bloco. Mencionei que uma das razões que poderiam aproximar os povos seria se tivéssemos programas de saúde coletivos assemelhados. A Índia, por exemplo, tem, em matéria de remédios, muita evolução. Interessante como isso foi muito bem acolhido e até objeto de manifestação do presidente russo, Vladimir Putin, quando fizemos a segunda plenária do Brics. Ele começou dizendo ‘olha, como disse meu colega brasileiro…’ e daí foi exatamente nessa linha – afirmou.

Japão

No Japão, Temer se encontrará com o imperador Akihito, com o primeiro-ministro Shinzo Abe e com lideranças empresariais japonesas e investidores dos dois países.

– Queremos trazer a ideia da parceria Brasil e Japão. Não apenas levar novos investimentos japoneses para o Brasil, mas também ampliar os investimentos japoneses que já se verificam – disse Temer.

A exemplo do que tem feito durante encontros com outras autoridades, o presidente brasileiro citou as concessões que estão sendo planejadas por seu governo no setor de infraestrutura, em especial na área de petróleo e gás.

– Estamos até promovendo modificações na questão legislativa sobre petróleo e gás, exata e precisamente para incentivar esses investimentos. Viemos trazer também a notícia de que teremos absoluta segurança jurídica em todos os contratos que se estabelecerem em nosso país. Queremos portanto, ao levar investimento estrangeiro, preservar os contratos, dar segurança jurídica e revelar, também com as nossas viagens, a plenitude da estabilidade institucional. Passamos por alguns momentos politicamente mais complicados, mas que vão se pacificando pouco a pouco – acrescentou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Avatar

    O cara ganha 5 salários mínimos e já acha que pertence a elite, começa a criticar o bolsa família, minha casa minha minha vida , fome zero e outros projetos sociais, vai para a rua com camisa da seleção comprada no camelô, começa a gritar contra o governo legitimamente eleito sem nem saber o porque, depois o ferro começa a entrar e o coxinha pobre começa a gritar, aquele que tem como sua única fonte de informação os telejornais da Globo e outros, é cego e não sabe. Os caras(Cunha, Jucá, Temer, Moreira Franco, Aecinho e outros) sabotaram o governo com o apoio da mídia e pauta bomba no congresso, agora o país foi para um buraco maior do que eles mesmos pensavam, a coisa tá feia e vai sobrar para os mesmos idiotas que quando estavam com a panela cheia foram bater panelas na rua. ACORDEM ENQUANTO É TEMPO E A PEC 241 AINDA NÃO ESTÁ SOBRE AS NOSSAS CABEÇAS, AINDA É TEMPO DE EVITAR UM MAL MAIOR.

    • Avatar

      PERFEITO…..TUDO PAPAGAIO DE PIRATA, SÓ SABEM REPETIR O Q A GRANDE MÍDIA FALA. AGORA VÃO COMPRAR CARRO ZERO, TABLET, APTO FINANCIADO, C JUROS BAIXOS, VIAJAR À PORTO SEGURO, LÁ NA CASA DO CA……………

  2. Avatar

    CADÊ OS PATOS DA FIESP, CADÊ A “PSEUDO” ELITE SE MANIFESTANDO NA PRAÇA BRASIL C CAMISINHA VERDE E AMARELA DE BRAÇOS DADOS.

  3. Avatar

    Ué, votaram no PMDB, agora aguentem porque vem mais f**** por aí. Ainda não tiraram as cartas para aumentar os juros. Cadê o ministro da economia? Ah, está aguardando a PEC evoluir para mostrar as garras?

  4. Avatar

    Cadê os pequenos golpistas, paneleiros, coxinhas, trouxinhas, escondidinhos? Pobre de direita tinha que ser congelado pra pesquisa…

  5. Avatar

    Os batedores de panelas não vão se manifestar? qualquer coisa eles logo aparecem para chamar o povo de comedor de mortadela, bolsistas, sismaram que eles sustentam os pobres, etc, esquecem que os impostos que os pobres pagam é que dá a boa vida deles, agora será onde estão esses que chamam o povo brasileiro de bandidos e corruptos? muitas perguntas e nada de respostas?

  6. Avatar

    Vão congelar salarios dos belezuras do planalto ate 2020 tb?????? E as regalias? Vão acabar? Até parece… e toma povo brasileiro. Vms levantar cedo pra trabalhar, pegar 4 ônibus, com salario atrasado. No caso do professor ainda gasta do proprio bolso pra suprir materiais q ñ tem nas escolas. E vem um palhaço q atende por ministro da educaçao falar m. Acaba com o salario paletó. Vai economizar bem. Parem de roubar q resolve grande parte do problema. So o rico vai estudar? Estudantes q dependem de onibus terao q tirar do proprio bolso? Eh isso mesmo? Inacreditavel…

Untitled Document