Temer não comenta nova denúncia de Janot - Diário do Vale
segunda-feira, 27 de setembro de 2021 - 04:56 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Temer não comenta nova denúncia de Janot

Temer não comenta nova denúncia de Janot

Matéria publicada em 15 de setembro de 2017, 18:53 horas

 


Brasília – Depois de participar da inauguração do Centro de Radiocirurgia do Instituto do Cérebro Paulo Niemeyer, no Rio de Janeiro, o presidente Michel Temer não comentou a denúncia apresentada na quinta-feira (14) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por organização criminosa e obstrução de Justiça.

Na saída, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse que as ações anunciadas para a conclusão do hospital do IEC não serão prejudicadas pela nova denúncia.
“Estamos governando plenamente, e essas questões não interferirão na determinação do presidente Temer de entregar um país melhor do que recebeu ao seu sucessor”, disse Barros, acrescentando que “as questões jurídicas ficam com o Judiciário. Nosso negócio é governar o Brasil”.

Além do presidente, Janot denunciou ainda mais oito pessoas: os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco; os ex-ministros Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves; o ex-deputado Eduardo Cunha; o ex-deputado e ex-assessor de Temer Rodrigo Rocha Loures; e os executivos da JBS Joesley Batista e Ricardo Saud.

Na quinta (14), a Presidência da República, em nota, classificou a nova denúncia como “marcha irresponsável para encobrir suas próprias falhas” e uma tentativa de “criar fatos” para “encobrir a necessidade urgente de investigação sobre pessoas que integraram sua equipe”. Os demais envolvidos negam as acusações e criticam a denúncia ter sido baseada em delações.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. É claro que não vamos para a rua, pois Janot usa a denúnica contra Michell Temer e o quadrilhão para criticar o impeachment da Dilma… Eu adorei o impeachment da Dilma e quero a prisão da jararaca… E essa besta do Janot vem dizer que o impeachment foi feito pelo PMDB… Isso é ridículo, pois o PMDB não tem essa força não, pois foram os mais de 6.000.000 de brasileiros que foram nas ruas que fizeram pressão sobre os deputados para expulsar o poste de Lula da presidência….Esse pedido do impeachment não foi peito por políticos Janot, mas por juristas como Janaína Paschoal e Hélio Bicudo…
    Janot entrou para a turma da Fátima Bezerra, que dizia: “é gopi….é gopi….é gopi…”. Contudo não foram os partidos políticos que tiraram Dilma, mas a pressão da população…. Eu não vou me surpreender que Janot que sonha com o governo ou o Senado de Minas Gerais vai estar filiado à algum partido de esquerda….

  2. Cadê os paneleiros? Cadê os pseudo movimentos sociais como MBL, vem pra rua e outros? cadê os carros adesivados? cadê os camisas da CBF (falsa claro)? Cadê, cadê os que não se conformavam com a corrupção? Cadê a mídia golpista? Cadê os alienados ou alienígenas “pobres de direita”? Cadê os que diziam que toda desgraça do Brasil se deve a esquerda… que o Brasil iria virar uma sucursal de Cuba? Acorda povão!

    • Foram os petistas que colocaram o Temer no posto e nas eleições de outubro de 2016 os ELEITORES DE BANDIDOS do PMDB consolidaram no posto o criminoso confesso.

      Primeiro petistas depois pemedebistas.

Untitled Document