domingo, 17 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Traficante do Rio estava em Angra dos Reis durante ação do Bope

Traficante do Rio estava em Angra dos Reis durante ação do Bope

Matéria publicada em 13 de agosto de 2019, 10:18 horas

 


3N e seus seguranças, Xandinho e Ricardinho, foram convidados para festa do tráfico da comunidade Parque Belém

Rio – A Polícia Civil descobriu que o traficante Thomaz Jhayson Vieira Gomes, o 3N, estava na comunidade Parque Belém, em Angra dos Reis, na Costa Verde, no momento em que PMs do Batalhão de Operações Especiais (Bope) realizavam uma operação no local que deixou seis suspeitos mortos e um ferido, na madrugada de segunda-feira.

De acordo com as investigações, 3N foi para Angra a convite do chefe do tráfico do Parque Belém, Helder da Silva, que promoveu um baile funk da facção Terceiro Comando Puro (TCP). O traficante estaria acompanhado de seus homens de confiança Alexandre de Souza Lima, o Xandinho, e Luiz Ricardo Monteiro Cunha, o Ricardinho, além de outros quatro seguranças, e foi visto circulando pela comunidade numa pick-up Chevrolet S10, de cor branca.

A festança teria começado ainda no sábado e se estendeu até o final da manhã de domingo. Além de bebidas, drogas e muito funk, os traficantes ainda teriam levado diversas mulheres num ônibus, que saiu do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, segundo a apuração policial.

Nas redes sociais, circula imagens de uma jovem que posou segurando pistolas e ainda se exibiu ao lado de criminosos armados de fuzis. Um dos traficantes que aparece na foto com ela, seria um homem identificado apenas como 3 Mil, que morreu momentos depois, durante a ação do Bope.

Em sua página nas redes sociais, 3 Mil também ostentava armas de grosso calibre e mostrava objetos com o número três, que é o símbolo da facção que ele integrava.

Operação começou com o 33º BPM

Na noite de domingo, policiais militares do 33º BPM (Angra dos Reis), foram até a comunidade Parque Belém para realizar uma operação. Houve troca de tiros e um PM chegou a ser ferido durante o confronto. Em seguida, um suspeito foi preso e com ele foram apreendidos um fuzil, com 40 munições, e rádio comunicador.

PMs do Bope chegaram no início da noite e atuaram até a madrugada de ontem. Houve um novo confronto e sete criminosos foram feridos e socorridos ao Hospital Geral de Japuíba, mas seus não resistiram. Dois fuzis AR-15, um fuzil AK-47, duas espingardas, uma pistola Glock, munições, 572 pinos de cocaína e 368 sacolés de cocaína foram apreendidos.

Após o tiroteio, moradores da comunidade do Belém incendiaram dois ônibus na rodovia Rio-Santos, que tiveram perda total. A rodovia ficou interditada por cerca de duas horas, mas antes das 4 horas da madrugada já estava liberada, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fonte JORNAL O DIA


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar
    Costa verde em PAZ

    Parabéns Policiais belém ta uma merda tem q passar o rodo geral, população tem q ajudar senão não adianta reclamar…..

  2. Avatar

    parabéns Pmrj tinha q ter cancelado o CPF desses m e esse ônibus cheio d ……….nao fechou curto não c as portas travadas claro p ficar legal si sim serviço perfeito e falo mas se a população não ajudar nossas POLÍCIA daqui a pouco sei não TRAFICANTE É IGUAL CÂNCER SE NÃO CORTAR RÁPIDO CRESCE ENTÃO CHUMBO GROSSO NELES SEM CHANCE DE REMENDO NO HOSPITAL É DIRETO P CAPIROTO CIDADÃO VAMOS AJUDAR NOSSOS POLICIAIS DENUNCIE 08000260667..OU 190..197

Untitled Document