Transferência do controle da Embraer não está em cogitação, diz Temer - Diário do Vale
segunda-feira, 27 de setembro de 2021 - 04:54 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Transferência do controle da Embraer não está em cogitação, diz Temer

Transferência do controle da Embraer não está em cogitação, diz Temer

Matéria publicada em 22 de dezembro de 2017, 18:21 horas

 


Embraer é uma empresa reconhecida internacionalmente

Embraer é uma empresa reconhecida internacionalmente

Brasília – O presidente Michel Temer afastou nesta sexta-feira (22) a possibilidade de venda da Embraer. Em café da manhã com jornalistas, no Palácio da Alvorada, o presidente e o ministro da Defesa, Raul Jungmann, disseram que a transferência do controle da empresa para a Boeing não é cogitada.

– Toda parceria é bem-vinda. O que não está em cogitação é a transferência do controle – disse Temer.

Jungmann explicou que o governo vê com bons olhos o interesse de outras companhias em fazer parcerias com a Embraer, mas não cogita autorizar sua venda porque a empresa está no centro de um projeto de soberania nacional. Ele disse que, caso fosse vendida, uma empresa estrangeira passaria a ter controle de projetos importantes para o país como o programa dos caças Gripen NG, dos caças Embraer EMB-314, chamado de Super Tucano, além da transferência de tecnologia relacionada ao satélite estacionário brasileiro.

– Isso tudo é soberania e interesse nacional, nós não podemos negociar soberania e interesse nacional. No entendimento deste governo do presidente Temer, soberania é inegociável. Agora, todo o restante, que seja bom para a empresa, que ajude a aumentar as vendas, será bem-vindo – disse o ministro.

A Boeing procura na Embraer um novo fôlego no mercado para fazer frente às gigantes do setor, Airbus e Bombadier, que anunciaram, em outubro, uma sociedade para produção de jatos comerciais. Em comunicado conjunto publicado ontem (21) pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (Securities and Exchange Commission), a Embraer e a Boeing informaram que estão em tratativas a respeito de uma “potencial combinação”. De acordo com o texto, as bases da negociação ainda estão em discussão.

O comunicado informa ainda que a transação estaria sujeita à aprovação do governo e agências reguladoras do Brasil, bem como dos respectivos conselhos e dos acionistas da Embraer. Após a confirmação pelas empresas da negociação em curso, as ações da Embraer na B3, antiga BM&F Bovespa, valorizaram 22,5%.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. O “guto”, folclórico personagem do tarja-preta vencido, graças à privatização, tem acesso a recursos como o Control C, Control V na internet, podendo então plagiar hipocritamente textos de outrem, sem citar fonte nem autor, para tentar encobrir sua severa limitação intelectual.

    • Os comedores de mortadela detestam a Internet, detestam o google, detestam o instagram, detestam tudo que se relaciona à Internet, por que?!! Ora , na semana passada, foi feito uma pesquisa no qual Lula tem seus maiores índices de aprovação para a eleição presidencial em lugares no nordeste em que não há internet!!!

    • Eu detesto é plágio, hipocrisia e desonestidade intelectual, e atitudes para tentar disfarçar a limitação intelectual como vc pratica, pobre de direita roedor de pão com ovo do Control C, Control V.
      Imagino a decepção (talvez nem tanta) de seus pais.

  2. الفتح - الوغد

    Essa empresa é nosso maior orgulho. Quando fala-se de um Brasil que dá certo, ela é o expoente maior… Uma grande empresa nacional dominando um setor de altíssima tecnologia e onde poucas companhias, de poucos países, atuam… os E-190 da Azul são bem mais confortáveis que os Boeing equivalentes da concorrência…

    Dar o controle da companhia para outra é repassar a ela know how e segredos industriais. A Embraer passaria a ser uma mera montadora de aviões, uma das plantas da empresa principal, que poderia ser encerrada ao sabor das conveniências administrativas e adaptação ao mercado…

  3. VAI VENDO ignora os fatos, por isso VAI VENDO é ignorante!
    Todas as empresas privatizadas estão muito melhores que se estivessem ainda nas mãos de políticos corruptos! Os sindicalistas são contra a privatização da Petrobrás, pois essa empresa serve muito bem a seus interesses corporativos!
    O sistema brasileiro de telecomunicações é dos mais modernos do mundo com tecnologia de ponta e seus serviços disponíveis inclusive para o grupo de brasileiros mais humildes… Em 2001 só poderosos e membros da elite como Lula e seus companheiros apareciam nas passeatas da campanha presidencial com celulares nos bolsos! Hoje, qualquer empregada doméstica pode ter seu telefone…. E uma das críticas mais estúpidas feitas pelos petistas e sindicalistas, que defendiam o monopólio estatal, era que os serviços de telefonia, nas mãos dos acionistas privados, seriam oferecidos apenas para os clientes de maior poder aquisitivo, deixando os mais pobres fora deste mercado. Nada mais mentiroso e falso VAI VENDO!

  4. Parabéns à empresa privatizada EMBRAER, que gera bilhões de dólares em lucros todos os anos, em exportação para o Brasil, ajudando na geração de empregos e na arrecadação federal, muito diferente da Estatal Petrobrás, que no ano de 2018 deve ter dívida duas vezes e meia maior do que a receita!
    A Petrobrás deve fechar o ano que vem com uma dívida líquida duas vezes e meia maior do que a arrecadação total da empresa, os dados foram anunciados pelo presidente da estatal Pedro Parente!
    É uma vergonha, enquanto a empresa privada EMBRAER gera lucros, a Estatal dá prejuízos!
    É NECESSÁRIO PRIVATIZAR TODAS AS EMPRESAS NO BRASIL!

    • A EMBRAER foi e é a única empresa brasileira (construida com o meu e seus impostos) privatizada que é um sucesso.

      A última empresa privatizada, de todas as outras, e devolvida recentemente foi o aeroporto de Viracopos, e diga-se de passagem deixou dívidas com o BNDES e, uma novidade, tbm com os banqueiros.

      Mas qual a diferença entre a EMBRAER que é um sucesso e todas as outras que nos deram calotes?

      A diferença é a gestão séria. Na EMBRAER não entra politiqueiros e nem indicados dos politiqueiros.

      Assim como na EMBRAER qualquer outra empresa precisa de gestão séria, assim devia ser com qualquer empresa ou instituição pública.

      No Brasil os ELEITORES DE BANDIDOS do PMDB votam em qualquer profissional ou não para cargos eletivos. Como pode dar certo?

      Em 128 anos de REPÚBLICA não seu certo, e não dará.

    • الفتح - الوغد

      A Embraer já era bem sucedida enquanto estatal. Se tinha problemas, não era devido à falta de demanda, tampouco à defasagem tecnológica. Sempre foi uma empresa de ponta…

      Sinto pelo fim da Engesa (fabricante de blindados como Cascavel, Urutu e Osório) e à redução da Avibrás, que assombrou os EUA com seus lança-mísseis Astros II na Guerra do Iraque, a uma simples fabricante de antenas… O fim do regime militar selou o destino dessas companhias, que faziam do Brasil o quinto maior exportador de material bélico do mundo, com um corpo técnico que até hoje fazem a fama de instituições como o ITA e o IME…

Untitled Document