sexta-feira, 22 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Turista baleada em Angra dos Reis passa bem

Turista baleada em Angra dos Reis passa bem

Matéria publicada em 7 de agosto de 2017, 19:45 horas

 


Eloise Dixon, de 46 anos, foi atingida por dois tiros ao entrar com a família por engano em comunidade; polícia já identificou suspeitos do crime

Eloise Dixon, de 46 anos, baleada no último domingo ao entrar por engano em comunidade de Angra dos Reis (Foto: Reprodução Facebook)

Eloise Dixon, de 46 anos, baleada no último domingo ao entrar por engano em comunidade de Angra dos Reis (Foto: Reprodução Facebook)

Angra dos Reis – Passa bem a turista inglesa Eloise Dixon, de 46 anos, baleada no último domingo (6) ao entrar por engano, junto com o marido, Maxwell Neil Dixon, e três filhas menores de idade, na comunidade de Água Santa, em Angra dos Reis. Um dos tiros pegou de raspão no peito e o outro atravessou o abdômen da mulher. Ela foi levada para o Hospital Geral da Japuíba, onde passou por cirurgia e estava para ser transferida ainda nesta segunda-feira (7) para uma unidade médica no Rio. A mulher não corre risco de morrer.

O diretor médico do hospital, Rodrigo Mucheli, disse que o projétil percorreu todo o abdômen, mas não atingiu grandes vasos ou órgãos importantes de Eloise.

Turistas: Eloise e o marido Maxwell em foto publicada numa rede social (Foto: Reprodução Facebook)

Turistas: Eloise e o marido Maxwell em foto publicada numa rede social (Foto: Reprodução Facebook)

Eloise e a família seguiam para Paraty, quando resolveram fazer uma parada para comer e irem ao banheiro. Como não falam português, o marido então pediu orientações a moradores locais mas eles acabaram entrando na comunidade de Água Santa por engano, onde foram abordados por dois homens armados.

Segundo o delegado titular da 166ª DP (Angra dos Reis), Bruno Gilaberte, os bandidos teriam ordenado que a família deixasse a comunidade, porém eles não entenderam o idioma.

– A família procurando água para comprar quando foi instruída a seguir na direção da comunidade. Até por conta da dificuldade com a língua, houve essa confusão. Acabaram se dirigindo à comunidade da Água Santa, onde foram abordados pelos criminosos. Por não terem entendido a ordem para deixarem o local, seguiram e foram alvejados — informou o policial.

O veículo foi atingido por disparos na porta e pneus. No banco do carona, onde Eloise estava sentada, também foi atingido por tiros. O marido dela conseguiu dirigir até um posto da Polícia Rodoviária Federal, onde a família foi atendida e levada ao hospital. Somente Eloise foi ferida.

O veículo foi periciado e de acordo com Gilaberte, as vítimas ainda seriam ouvidas pela polícia, já que estavam sem condições psicológicas para depor no dia do crime. Ele explicou que o Consulado da Inglaterra está acompanhando as investigações.

A intenção do delegado é identificar os suspeitos, por meio de um álbum fotográfico com fotos de suspeitos.

– A polícia já tem uma linha de investigação que parece promissora, mas por hora, não posso revelar mais detalhes para não atrapalhar as investigações. Mas já foram ouvidas testemunhas, as vítimas serão ouvidas, porque ontem (domingo) estavam muito abaladas, não estavam em condições de falar e estamos (policiais) fazendo diligências – disse Gilaberte nesta segunda-feira pela manhã.

À tarde, o DIÁRIO DO VALE obteve informações de que a polícia já identificou dois suspeitos de terem atirado contra a família inglesa.

Caso repercute na imprensa britânica

O caso repercutiu na imprensa britânica. O site do jornal ‘The Telegrah’ noticiou o fato e ainda trouxe uma reportagem em que questiona “Quanto são seguras as favelas brasileiras”. O “The Guardian” também deu destaque ao crime, citando que a família, que mora na área sul de Londres, está de férias no Brasil.

Prefeitura e empresários repudiam violência contra turista

A prefeitura de Angra, através da TurisAngra e o Angra Convention, emitiram uma nota de repúdio contra a violência sofrida pela família inglesa no último domingo. Além do executivo, empresários do setor de turismo manifestaram indignação com a situação.

“Nosso entendimento é de que as nossas famílias também foram atingidas, em face de que todos poderiam estar na mesma situação. Nosso dever é oferecer toda assistência às vítimas, o que já está sendo realizado em todos os níveis, com o envolvimento total da administração municipal no caso. No entanto, como, responsáveis pelo desenvolvimento do turismo na região, vimos defender um imediato reforço no policiamento da região, a destinação de verbas oficiais e privadas para a segurança pública e o fortalecimento de iniciativas que visem a recuperação econômica do município.”, diz nota assinada pelo presidente da TurisAngra, Carlos Henrique Vasconcelos, e o presidente do Angra e Ilha Grande Convention & Visitors Bureau, Cipriano Feitosa.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

18 comentários

  1. Avatar

    Os bandidos passam bem, crescendo impunes… kkkkk infelizmente… cara… o bairro é minusculo, como isso pode acontecer e não ser feito nada… se vasculhar todas as casas leva menos de um dia e resolve tudo!

  2. Avatar

    Angra dos Reis. Depois de 515 anos, o paraíso virou inferno. Infelizmente.

  3. Avatar

    O Dr delegado informou que a polícia já tem uma linha de investigação? RsRsRs

  4. Avatar

    Isso tudo e culpa DOS policiais que pegs arrego nas favelas

  5. Avatar

    Por isso que a polícia tem que chegar metralhando. Quem são os “do bem” se omitem ao invés de eliminar o cancer. Então fiquem quietos e morram os bandidos mais quem estiver na reta.

  6. Avatar

    Angra dos Reis e o Brasil tem que mostrar para os Britânicos e para o mundo que aqui tem justiça (?)…

  7. Avatar

    Angra dos Reis é um favelão. Pena.

  8. Avatar

    Que tristeza o decadente balneário jeca da Baixada Sul-Fluminense…

  9. Avatar

    VERGONHA, VERGONHA, VERGONHA….. MUNICIPIOS, ESTADO E PAÍS FALIDOS PELA IMCOMPETÊNCIA E FALCATRUAS DOS POLÍTICOS BRASILEIROS QUE SÓ ALMEJAM O LUCRO FÁCIL E RIQUEZA ATRAVÉS DE OBRAS QUE NA GRANDE MAIORIA FICAM INACABADAS. E COM ISTO TODOS SE ACHAM NO DIREITO DE PRATICAR ATOS ILÍCITOS POIS AQUI ( EXEMPLO BRASÍLIA) TODOS SAEM IMPUNES E ACOBERTADOS PELOS DEMAIS CORRUPTORES.

  10. Avatar
    Investigador civil

    Tá estranho isso, não entender o some daqui com uma arma na mão? Ser gringo é uma coisa ser estúpido já é outra.

  11. Avatar

    Graças ao nosso bom Deus.

  12. Avatar

    Deixaram os bandidos crescerem, mais ainda dá tempo… Vamos pra cima o interior não pode ficar igual o Rio de janeiro capital, pra cima deles..

Untitled Document