UPA Leste tem queda de mais de 80% nos atendimentos à pacientes Covid-19 - Diário do Vale
terça-feira, 21 de setembro de 2021 - 22:29 h

TEMPO REAL

 

Capa / Boletins Covid-19 / UPA Leste tem queda de mais de 80% nos atendimentos à pacientes Covid-19

UPA Leste tem queda de mais de 80% nos atendimentos à pacientes Covid-19

Matéria publicada em 31 de julho de 2021, 17:07 horas

 


Barra Mansa – De janeiro a julho, o Centro de Triagem e Tratamento Covid-19, mais conhecido como UPA Leste de Barra Mansa, apresentou uma queda expressiva no número de atendimento à pacientes com sintomas da doença e nos casos de internação, sendo mais de 80% nos atendimentos e cerca de 51% no número de internação. Em janeiro, o número de atendimentos chegou a 3.103, enquanto em julho foram atendidas 653 pessoas. As internações caíram de 69 em janeiro passado para 35 neste mês.

O secretário de Saúde, Sérgio Gomes, falou sobre os dados.

– A queda de quase 100% nos atendimentos é fruto de um trabalho de austeridade e de respeito aos protocolos de combate a pandemia, além de uma vacinação organizada e que está avançando a cada dia, com o objetivo de eliminar de vez as possibilidades de contágio pelo coronavírus e esse mal que tanto afeta a nossa sociedade – afirmou.

Segundo o coordenador administrativo da UPA, Giovanni Meneghin, a queda dos casos está relacionada com a organização e o avanço da vacinação no município.

– Além da imunização, as ações eficazes de conscientização realizadas pela Secretaria de Saúde, estão rendendo bons frutos, uma diminuição considerável nos casos de coronavírus na cidade. Mas, devemos lembrar que a pandemia ainda não acabou e mesmo aqueles que já foram imunizados com a segunda dose ou a dose única precisam manter as medidas preventivas. Elas são essenciais na prevenção á variantes – concluiu.

De acordo com o último vacinômetro divulgado na manhã deste sábado, 31 de julho, o município já vacinou 134.961 pessoas, sendo 86.814 com a primeira dose, 44.188 com a segunda, e 3.959 com a dose única da Janssen, que não necessita de aplicação complementar.

Os números de ocupações dos leitos clínicos e de UTI também estão controlados. Segundo os dados divulgados pela Gerência de Vigilância em Saúde, 5% dos leitos clínicos estão ocupados e 95% disponíveis. Já os leitos de UTI têm 23% de ocupação e dos e 77% disponíveis. Em relação aos respiradores, 10% estão ocupados e 90% disponíveis. Já o boletim epidemiológico totalizou 16.114 casos positivos, 612 óbitos e 15.3025 pessoas curadas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document