;
sábado, 28 de novembro de 2020 - 14:34 h

TEMPO REAL

 

Capa / Serviço / Uso generalizado de máscaras pode prevenir segunda onda de Covid-19

Uso generalizado de máscaras pode prevenir segunda onda de Covid-19

Matéria publicada em 10 de junho de 2020, 09:26 horas

 


Londres – O uso generalizado de máscaras poderia manter a transmissão da covid-19 em níveis controláveis de epidemias nacionais, além de prevenir ondas futuras da doença, se combinadas com lockdowns. É o que mostra estudo britânico publicado nesta quarta-feira (10). 

Lderada por cientistas nas Universidade de Cambridge e de Greenwich, a pesquisa sugere que os lockdowns apenas não irão impedir o ressurgimento do novo coronavírus, mas que até mesmo as máscaras caseiras podem reduzir dramaticamente as taxas de transmissão se um número suficiente de pessoas as utilizarem em público.

“Nossas análises apoiam a adoção imediata e universal de máscaras faciais por toda a população”, disse Richard Stutt, um dos coordenadores do estudo em Cambridge.

Ele diz que as conclusões mostram que se o uso generalizado de máscara for combinado com o distanciamento social e algumas medidas de lockdown, isso poderia ser uma maneira aceitável de administrar a pandemia e a reabertura das atividades econômicas muito antes da disponibilização de uma vacina contra a covid-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

Os resultados do estudo foram publicados na revista científica Procedimentos da Sociedade Real A.

A Organização Mundial da Saúde atualizou sua orientação na última sexta-feira (5), recomendando que os governos peçam que todos utilizem máscaras de tecido em áreas públicas onde existam riscos, a fim de reduzir a propagação da doença.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Máscaras não irão segurar o vírus. Primeiro, porque muita gente a usa de forma incorreta. Segundo, porque o aumento contínuo das aglomerações, que terá seu ápice quando as aulas retornarem, irá fazer com que os números de casos, e de mortes, só aumentem. Mas, a ilusão de que, se tem leito nos hospitais sobrando, então está tudo bem, é argumento daqueles que colocam o material à frente da vida humana. O dever de casa não foi feito corretamente, ou seja, se em março, abril, tivesse existido um isolamento total, certamente, não teríamos mais de 60 mil mortos, hoje. No Brasil, o que tem sido feito até agora é enxugar gelo. Para os materialistas, vale a pena sacrificar a vida de muitos, inclusive de membros da sua própria família, em nome do consumo e da economia.

  2. Avatar

    Cadê o aumento exorbitante dos casos em volta redonda depois da reabertura do comércio? Os hospitais estão vazios.

  3. Avatar

    No Brasil, pelo andamento das coisas, não vai ter segunda onda.
    A primeira e a segunda onda vão se unir e virar um tsunami.
    Triste mas vai ser a realidade.

Untitled Document