sábado, 15 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Uso indevido de celular bate recorde de infração em Itatiaia

Uso indevido de celular bate recorde de infração em Itatiaia

Matéria publicada em 19 de setembro de 2018, 15:03 horas

 


Itatiaia – Um alerta da Divisão Executiva de Trânsito (Detra), órgão da prefeitura, mostra que no primeiro semestre deste ano foram aplicadas mais de 200 multas relacionadas ao uso indevido do celular. Dirigir veículo manuseando o telefone móvel é infração gravíssima de acordo com o código de trânsito, pode acarretar multa de sete pontos na carteira, com pagamento de multa no valor de R$ 293,47, e até mesmo resultar na perda da habilitação.

A Semana Nacional do Trânsito, que acontece em todo o país, tem dados importantes que afeta a vida de motoristas e pedestres. Um levantamento feito em 2017 pela Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) apontou que o uso indevido do celular foi responsável pela terceira maior causa de mortes no trânsito do país. Ao todo, 54 mil pessoas sofreram as consequências desta imprudência, o que representa uma média de 150 mortes por dia.

Para o agente da Divisão de Trânsito do Detra, Marcelo Dionízio os números revelam o quanto a população precisa ficar atenta a essas questões que fazem parte do cotidiano e passam despercebidas.
– Todo condutor precisa ficar atento por ele e pelas outras pessoas que circulam pelo tráfego, sejam elas motoristas ou pedestres. Se dirigir já exige atenção e habilidade para que tudo siga em perfeito estado de percurso, imagina quando temos uma distração como um celular ou qualquer outro aparelho. Pode ser fatal – diz Marcelo.

Mias números

Outro perigo apontado pelo setor é dirigir falando ao aparelho. Até junho deste ano, foram registrados pelo setor 123 casos, a multa tem o valor de R$ 130,16, e o infrator recebe menos quatro pontos na carteira.
Mas se engana quem pensa que o problema da educação no trânsito está relacionado somente aos condutores de veículos automotores. A falta de atenção, por parte dos pedestres, condicionada ao vício do envio de mensagens instantâneas também são um agravante e um desafio dos tempos modernos.

O médico e especialista, Aly Said Yassine, diretor do Departamento de Inovação e Tecnologia da Abramet, avalia que o problema está no comportamento humano. Ele explica porque é tão importante mudar a forma como nos relacionamos em uma sociedade carente de hábitos positivos.
– A história mostra que mudar o comportamento humano é lento e complexo, além de demandar dedicação e planejamento recorrentes. Os números de vítimas fatais que o trânsito brasileiro produz, diariamente, refletem a urgência em trazer ao debate, formas de tornar o nosso deslocamento mais saudável – afirma o doutor.

No total, o município aplicou neste primeiro semestre cerca de 370 multas. Entre elas, estão distribuídas: o não uso do cinto de segurança, estacionar em local proibido e na contramão da direção, transporte de crianças no banco da frente e sem a cadeira de proteção para menores de 8 anos de idade; e também as que se aplicam ao uso do telefone.
Ao longo da semana a Detra com o apoio da Guarda Municipal irá realizar uma série de palestras em escolas e espaços públicos, com distribuição de informativos sobre o tema através de especialistas que possam esclarecer dúvidas sobre as melhores práticas para o trânsito.

Semana Nacional do Trânsito alerta que celular é um perigo constante para motoristas e pedestres.
Credito: ( Bruno Barreto – PMI )

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document