sexta-feira, 18 de setembro de 2020 - 17:52 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Valença cria barreira sanitária e limita acesso ao município

Valença cria barreira sanitária e limita acesso ao município

Matéria publicada em 9 de maio de 2020, 11:29 horas

 


Apenas profissionais de serviços essenciais, comprovado por documentos, poderão ter acesso ao município

Valença – Começou a valer neste sábado, dia 9, o decreto nº 70, da prefeitura de Valença, o qual cria uma barreira sanitária, proibindo a entrada de veículos de outras cidades no município.

De acordo com o documento, apenas será permitida a entrada de pessoas que trabalhem ou prestem serviço essenciais na cidade, sendo obrigatório comprovação através de documentos. Os residentes no município deverão apresentar comprovante de residência em seu nome, como uma conta de luz, água e telefone.

O decreto também regula a saída de moradores para municípios vizinhos, sendo permitido apenas para profissionais que atuam na assistência médica/hospitalar.

De acordo com o prefeito, Fernandinho Graça, a medida é mais uma ação de enfrentamento ao novo coronavírus, diante do aumento dos casos confirmados nos últimos dias. “A barreira sanitária foi criada como uma forma de proteger nossa população. Precisamos saber quem está chegando e se realmente a pessoa precisa entrar na nossa cidade em um momento em que o mundo precisa do isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus”, afirmou o prefeito.

Segundo a prefeitura, no controle das barreiras estarão equipes da Guarda Municipal, Subsecretaria de Defesa Civil, além de agendes da Secretaria de Saúde, as quais irão atuar nas cinco barreias montadas no entorno do município. São elas: divisa com Barra do Pirai, entre Ipiabas e Conservatória; divisa com Volta Redonda, Barra Mansa e Santa Rita de Jacutinga, além de Santa Isabel do Rio Preto; divisa com Vassouras, no Distrito de Barão de Juparanã; divisa com Rio das Flores; e a última será no bairro São Francisco.

Na última atualização do boletim epidemiológico, a cidade registra 35 casos positivos para a doença, além da confirmação de um óbito. Outros 44 pacientes estão em isolamento, aguardando o resultados dos exames.

Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Meu filho vinha me ver. Ele mora em.Copacabana mas adora Valença!

  2. Avatar

    Boa atitude!

  3. Avatar

    Virou moda! Mas quem vai querer entrar em Valença? Kkkk

Untitled Document