segunda-feira, 6 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Vazão do Rio Paraíba cai, mas ainda é alta em cidades do Sul Fluminense

Vazão do Rio Paraíba cai, mas ainda é alta em cidades do Sul Fluminense

Matéria publicada em 2 de março de 2020, 07:45 horas

 


Vazão baixou mais ainda é alta em relação ao estágio normal

 

Nível do Rio Paraíba em Barra do Piraí interditou ponte


Sul Fluminense –
A vazão do Rio Paraíba do Sul nos municípios de Barra Mansa, Barra do Piraí, Volta Redonda e Resende está diminuindo na manhã desta segunda-feira (2). De acordo com o aplicativo HidroWeb, da ANA (Agência Nacional das Águas), nas últimas horas o maior rio do Estado baixou o volume no trecho do Sul Fluminense. Mesmo assim, a vazão ainda é maior nesta segunda do que era no sábado à noite em todas as cidades analisadas.

Choveu cerca de 11,5mm nas últimas horas na região próxima a Volta Redonda. No meio da noite de sábado, a vazão ndo Paraíba na cidade estava em 500 m³/s (metros cúbicos por segundo), mas  na noite de domingo chegou aos 924 m³/s. A forte chuva deixou imóveis interditados e o rio transbordou, interditando ruas nos bairros Aterrado e Niterói. A Defesa Civil do município está em estado de atenção para deslizamentos de terra entre outras situações. No momento, a vazão do Paraíba em Volta Redonda está em 615 m³/s de acordo com o aplicativo, que foi atualizado por volta das 6h.

Já em Barra do Piraí choveu cerca de 16,2mm nas últimas horas, mas o nível do Rio Paraíba vem diminuindo entre a madrugada e a manhã desta segunda-feira, dia 02. A vazão, que chegou a 851 m³/s por volta das 23h, deixou moradores preocupados com a cheia do rio. A Defesa Civil de Barra do Piraí interditou a Ponte Irmaõs Di Biase, que é um dos principais acessos ao Centro do município. No momento, a vazão do Paraíba na cidade está em 711 m³/s (metros cúbicos por segundos), sendo mais do que o dobro da vazão que era no sábado (28), de apenas 300 m³/s.

Em Barra Mansa, a vazão estava em aproximadamente 300 m³/s no sábado (28). No momento, a vazão chega a 603 m3/s, com o nível do rio abaixando aos poucos. Entre o fim da manhã e o inicio da tarde de domingo (1), a vazão era maior que 850m³/s. Em consequência das chuvas, foram identificados dois pontos de deslizamentos de terra nos bairros Retorno, na Avenida Presidente Kennedy e na Vila Coringa, na Rua Rio Grande do Sul.

A Defesa Civil de Resende também fez um balanço da situação do Rio Paraíba do Sul na cidade. “Em contato com a operação da represa do Funil, fomos informados que a vazão atual, está em
281 m³/s e a capacidade do reservatório está em 75,31%. Não há nenhum vertedouro aberto, onde o nível do Rio Paraíba do Sul no município permanece em 3,28m, na qual não há risco de
transbordamento nas suas margens”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document