terça-feira, 10 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Venda de peixes aumenta logo no início da Quaresma

Venda de peixes aumenta logo no início da Quaresma

Matéria publicada em 6 de março de 2019, 17:24 horas

 


Segundo a tradição católica, hábito de não comer carne vermelha deve ser mantido até a Semana Santa

Volta Redonda – Com a chegada do período da Quaresma, que antecede a Semana Santa, algumas peixarias da cidade já percebem o aumento no número das vendas. A Semana Santa é uma tradição religiosa católica que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo. É iniciada no Domingo de Ramos e termina no domingo de Páscoa. Entre o fim do Carnaval e a Semana Santa, é o período da Quaresma.

Por ser uma tradição católica, um dos principais hábitos dos fiéis é evitar o consumo de carne vermelha e passar a consumir peixes no período. Trata-se de uma espécie de penitência e mostra de devoção. Com isso, quem comemora são os comerciantes de peixarias e restaurantes com especialidade em frutos do mar. Essa tradição é repassada de geração para geração e muitas pessoas fazem questão de manter este hábito vivo, substituindo o consumo da carne pelo peixe.

Segundo Celso Brito, proprietário de uma peixaria no Aterrado, durante o período as vendas chegam a ter 20% de aumento. “Minha expectativa é a melhor. Nesta época de Quaresma as vendas sempre aumentam, em torno de 20% em relação às outras datas”, disse.

Diversos tipos de peixes podem ser encontrados e até encomendados. Segundo Celso, a clientela tem os seus preferidos, que são escolhidos pelo custo-benefício e pelo sabor. “Espada, Namorado e Cação são muito procurados. O salmão também está na lista dos mais vendidos. Muitos clientes procuram o salmão até pela preocupação com a saúde, por ter muito ômega três, mesmo sendo um pouco mais caro”, disse.

Andreia Maria Elias é gerente de outra peixaria em Volta Redonda e diz que já notou o aumento das vendas há duas semanas. Segundo ela, o estabelecimento possui clientes assíduos durante todo o ano, mas nesta época a procura aumenta. “Nossas expectativas estão grandes. Nessa época, o nosso atendimento dobra. Os peixes que mais saem são: Sardinha, Linguado, Atum, Salmão, Corvina e Cavalinha. Os mais tradicionais, mesmo. Até camarão”, disse.

A gerente garante ainda que nesta época do ano é uma ótima chance de fidelizar novos clientes. “Muitas pessoas de fora acabam comprando os nossos produtos, gostam e acabam voltando. Todos os dias, nós vamos à Angra buscar com um tipo de caminhão, mas nesta época, pela demanda ser maior, chegamos até a mudar o tipo de veículo para suportar os pedidos”, finaliza.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document