segunda-feira, 22 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Vendas de última hora decepcionam feirantes e artesãos de Volta Redonda

Vendas de última hora decepcionam feirantes e artesãos de Volta Redonda

Matéria publicada em 12 de maio de 2019, 18:30 horas

 


Feirantes e artesãos comentam que foi o pior fluxo em anos

Feira Livre no bairro Aterrado, houve feirantes comemorando e outros reclamando das vendas do final de semana
(Foto: Miguel da Silveira)

Volta Redonda – A expectativa para as vendas no comércio é sempre alta em algumas datas comemorativas, o Dia das Mães é considerado uma das mais importantes, mas dessa vez as vendas não alcançaram a expectativa esperada por artesãos e feirantes de Volta Redonda. Andando pela Feira de Artesanato, no bairro Vila Santa Cecília, e pela Feira Livre, no bairro Aterrado, na manhã de sábado (11), notava-se uma grande circulação de pessoas, mas poucas compras.

A Feira de Artesanato acontece de quinta-feira a sábado, de manhã até à tarde. Nesta véspera de Dia das Mães, olhando de perto, dava para perceber que poucas vendas eram concretizadas. De acordo com Gloria Oliveira, uma senhora que há 20 anos vende seus produtos artesanais, que as vendas nos últimos dias foram baixas, apesar da data comemorativa.

– Eu e minha colega viemos sexta e hoje para vender os nossos materiais, mas quase não vendemos. As pessoas vêm, dão uma olhadinha, mas não estão comprando – comentou a artesã.
Maria Oliveira, que também expõe seus produtos, está na feira há 15 anos e não ficou muito animada com o movimento deste fim de semana.
– Estava conversando com a Glória de não virmos expor no domingo, porque é capaz da gente não vender – disse a feirante.

Na mesma feira, uma outra expositora, que não quis se identificar, comentou que dos quatro anos em que participa semanalmente da feira nunca teve uma venda tão baixa.
– O Natal do ano passado e Dia das Mães deste ano estão sendo as piores épocas de vender artesanato para mim. Mal consigo vender, as pessoas não valorizam o artesanato e ainda comentam que nosso trabalho é fácil de ser feito, por isso que não compram – reclamou a feirante.

Já na Feira Livre no bairro Aterrado, houve feirantes comemorando e outros reclamando das vendas do final de semana.

O feirante Washington Pacheco Azevedo, que há dois anos vende acessórios de beleza feminina na Feira, comentou que as vendas dos últimos dias estão regulares.

– As vendas estão na média. Geralmente eu e minha mulher conseguimos vender R$ 200 em produtos por dia, apesar de serem baratos e miudezas. Como é Dia das Mães, as mulheres procuram muito por produtos de beleza na feira e como o processo é acessível dá pra vender bem – afirmou Washington.

Já no setor de legumes e frutas, os vilões de preços mais caros nas barracas foram a tangerina, no valor de R$ 10,00, e a uva, custando R$ 7,00. Já o mamão, foi a fruta mais barata da feira, custando R$ 1,50.

Uma das feirantes que aproveitou bem as vendas foi Eva Aparecida, pois vendia pacotes de frutas e legumes no valor de R$ 1,00.

– Vender na feira é bem relativo, mas no final do dia consigo lucrar bem – alegou a feirante.

Segundo Ana Paula do Carmo, vendedora de salada de frutas, o fluxo de pessoas na feira só aumentou mesmo na hora do almoço, entre 11h e 13h.

– Estou aqui desde às 4h30 da manhã para montar a barraca e até então só consegui vender seis saladas de frutas. Há 9 anos vendo meus produtos na feira e eu esperava vender bem mais, até porque minha barraca fica no começo da feira e ainda sim não vendi o que queria – afirmou a vendedora.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

13 comentários

  1. Avatar
    Comprador de carros do Queiróz

    MITO!MITÔTÔ !!!!!!

  2. Avatar

    Imagino o quanto vai ser difícil para os 33% da população, ainda fiel ao ex-capitão, reconhecer que o desgoverno Temer, mesmo aos trancos, ainda foi melhor do que esse primeiro ano de desgoverno Bolsonaro. E entendo o quanto é complicado o “mea culpa” pelo fracasso na tentativa de retomada econômica. Assim como os petistas, os bolsonaristas não vão “dar o braço a torcer”.
    Há 3 anos como campanha para aprovar o impeachment.os “cachorros grandes” que apoiam o atual presidente, e ele também, diziam que bastava a Dilma sair para tudo melhorar imediatamente.

  3. Avatar

    É isso aí…agora faz arminha é comemora.

  4. Avatar
    Gordão cinquentão

    O dinheiro acabou,fui em três shoppings na quinta feira para trocar presentes de aniversário e para minha surpresa todos eles às moscas.

  5. Avatar
    capeta da grota do Santa cruz

    pessoal vai para feira tomar CACHAÇA E COMER CHURRASQUINHO DE GATO .depois reclamam de crise

  6. Avatar

    Faz arminha!

    • Avatar

      Aposto que você é um dos idiotas que grita “Lula Livre”. Imbecil.

      Agradece ao psicopata de 09 dedos e a DilmAnta pela maior crise dos últimos anos.

      Impossível, pra qualquer um, corrigir 16 anos de erros em 05 meses.

      Quem gosta de ser enganado e roubado, não merece respeito.

      Venezuela é logo ali, um exemplo de sucesso do socialismo.

    • Avatar

      Concordo, faz arminha! Enquanto o Bozo briga no congresso e o Witzel voa de helicóptero com a polícia, a roda da economia está parada! Eugenio Diniz, imbecil deve ser você, onde vai corrigir 16 anos de crise? Você viu o Brasil 16 anos em crise? Época do 9 dedos aposto que você tava rindo de orelha a orelha com a 7º maior economia do planeta. Lula mudou esse país, isso não se pode negar.

    • Avatar

      Não entendo essa turma que gosta de falar em socialismo e manda os outros irem pra Cuba, Venezuela… Eugenio, quando você falar em socialismo e quiser mandar alguém pra país socialista, fala pra ir pra Suécia, pra Noruega…. Vocês coxinhas alienados de direita só conhecem esses países, Cuba e Venezuela?

    • Avatar

      Desafio aos defensores do bozo a mostrar propostas que o bozo apresentou para melhorar em algum aspecto a vido do povo trabalhador. Até agora propôs cortes drásticos na educação pública e pesquisa, quer flexibilizar ainda mais as leis trabalhistas beneficiando o patrão, liberou uso indiscriminado de agrotóxicos beneficiando os grandes produtores, reduziu o abono do PIS, quer aprovar uma reforma na previdência que vai tornar quase impossível o trabalhador conseguir se aposentar, aumentou os preços dos combustíveis e isso tudo só em 5 meses…. Só resta mesmo aos seus eleitores fazer arminha para aliviar temporariamente os desconforto intrauterino!!

  7. Avatar

    Data comemorativa não é o suficiente para se comprar, é preciso que haja dinheiro.

  8. Avatar

    Não acredito nisso. O que deve ter acontecido é a quantidade de artesãos e comerciantes ter aumentado. É mais gente disputando os mesmos clientes, o mercado informal cresceu muito com a crise… Se tem bem mais gente vendendo, a tendência é cada um vender menos, regra de três simples…

Untitled Document