Vendas no varejo aumentam 1,2% em maio, diz IBGE

Setor de hiper e supermercados são principais catalisadores de vendas

by alice couto

Foto: Freepik

Nacional – O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta quinta-feira (11), os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) referente ao mês de maio de 2024. De acordo com as informações apresentadas, as vendas no comércio varejista no país cresceram 1,2% em comparação com o mês de abril. O relatório também apresentou bons resultados no setor nos demais meses deste ano.

A PMC analisou oito atividades do comércio. Dentre elas, cinco ficaram no campo positivo em maio. Na média geral dos setores, as principais influências foram exercidas por hiper e supermercados, produtos alimentícios, bebidas, fumo e outros artigos de uso pessoal e doméstico.

Cristiano Santos, gerente da pesquisa, afirmou que os resultados são positivos para a economia, além de detalhar produtos com mais procura no mês de maio.

“O resultado positivo foi bem disseminado, com apenas três atividades com queda. As de maior peso, como hiper e supermercados, artigos farmacêuticos e outros artigos de uso pessoal e doméstico cresceram. Além disso, houve questões conjunturais, como o aumento das vendas do setor de vestuário mais focadas em calçados”, disse.

Foi o segundo mês seguido de alta para hiper e supermercados, que acumula ganho de 2,6% nesse período. O setor responde por 54,7% do volume de vendas no varejo. Já para o setor de outros artigos de uso pessoal e doméstico, que abarca, por exemplo, as lojas de departamento, óticas e joalherias, maio foi o quinto mês seguido de variações positivas. No ano, há ganho acumulado de 7,8%.

Os setores de tecidos, vestuário e calçados (2%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (0,2%) e livros, jornais, revistas e papelaria (0,2%) também tiveram resultados positivos.

Os demais setores tiveram resultados negativos: móveis e eletrodomésticos (-1,2%), combustíveis e lubrificantes (-2,5%) e equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-8,5%).

“No setor de combustíveis e lubrificantes, essa queda tem a ver com a diminuição de uma atividade de transporte no sul do país, em decorrência das enchentes”, finalizou Santos.

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996