quarta-feira, 21 de outubro de 2020 - 07:26 h

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Marcelo Moreira homenageia funcionários do Lar dos Velhinhos

Marcelo Moreira homenageia funcionários do Lar dos Velhinhos

Matéria publicada em 19 de setembro de 2020, 11:45 horas

 


Marcelo entrega homenagens aos funcionários do Lar dos Velhinhos (crédito Divulgação)

Funcionários do Lar dos Velhinhos, uma das instituições mais antiga da cidade, que abriga idosos, foram homenageados pela Câmara Municipal.

*** 

A iniciativa partiu do vereador Marcelo Moreira e foi concedida, nesta sexta-feira, 18. Quatro funcionários receberam das mãos do parlamentar, homenagens em reconhecimento ao trabalho realizado pela equipe do asilo.

*** 

O presidente da instituição, José João Sales, recebeu Moção de Aplausos do Lar. A tesoureira Denise Rocha, enfermeira-chefe, Rachel Tavares e a fisioterapeuta Priscilla Miranda, foram homenageadas com Moção de Aplausos pelos trabalhos realizados na instituição.

***

O parlamentar que, auxilia o asilo há 11 anos, anunciou ainda que protocolou projeto de lei, permitindo ao município, realizar o repasse de verbas públicas para a manutenção do Lar dos Velhinhos.

***

A entidade, que funciona há 57 anos, sobrevive por conta das mensalidades pagas pelos idosos, além de doações. O Lar dos Velhinhos, com 57 assistidos atualmente, já abrigou, há alguns anos, 112 idosos.

***

“Conheço de perto a importância do trabalho do Lar dos Velhinhos na vida de cada assistido. Agora, como vereador, é uma honra poder jogar luz sobre esse trabalho e a dedicação dos funcionários aos idosos”, ressaltou o vereador.

Sangue testado para Covid

As instituições públicas, privadas e filantrópicas de hemoterapia do Estado do Rio serão autorizadas a realizar testes para detecção da covid-19 em todas as amostras de sangue de doadores. É o que determina o projeto de lei 2.902/20, do deputado Marcelo Cabeleireiro (DC), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota nesta terça-feira (22/09), em discussão única. Por já ter recebido emendas parlamentares, o texto poderá ser alterado durante a votação.

Prazo

Segundo a proposta, os testes deverão ficar prontos em até 72 horas após as entradas das amostras nos laboratórios. A realização da testagem deverá ser previamente autorizada pelo doador e/ou seu representante legal e a entrega dos resultados deverá ser sigilosa. Caso o resultado do teste de detecção da covid-19 seja positivo, o doador será encaminhado à Secretaria de Estado de Saúde (SES) para o devido acompanhamento médico.

Justifica

Cabeleireiro explicou que a pandemia de coronavírus alterou a rotina de toda a sociedade e afetou o número de doações realizadas nos hemocentros do estado, causando uma falta generalizada no estoque de sangue e plaqueta. “Apesar de todas as medidas de controle do covid-19, é público e notório o fato de que muitas pessoas possam portar o vírus e estar assintomáticas, o que pode levar outras pessoas à contaminação por meio de gotículas de saliva ou por meio da doação de sangue, o que, consequentemente, aumenta o número de contaminados. O objetivo é aumentar as hipóteses de testagem e preservação da vida e da saúde, na medida que o teste de detecção vem se mostrando um meio eficaz para a aplicação de medidas de prevenção de contágio”, explicou o parlamentar.

Dinheiro de volta

Os estabelecimentos comerciais que vendem peças de roupa deverão adotar o direito do arrependimento, mediante a devolução do valor pago nas compras realizadas de forma presencial, enquanto perdurar o estado de calamidade pública em decorrência do coronavírus. É o que determina o projeto de lei 2.910/20, do deputado Marcus Vinícius (PTB), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota nesta terça-feira (22/09), em discussão única. Por já ter recebido emendas parlamentares, o texto poderá ser modificado durante a votação.

Exceções

A medida não valerá para a compra de roupas íntimas. O consumidor poderá desistir da compra do produto, no prazo máximo de sete dias a contar da data de sua aquisição, mediante a devolução imediata do valor pago, desde que as peças estejam íntegras e com suas etiquetas afixadas. O descumprimento da norma acarretará ao infrator pagamento de multa e sanções previstas pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Objetivos

O objetivo da proposta é resguardar o direito dos consumidores, já que o comércio voltou a abrir no Estado do Rio, mas com diversas novas regras para evitar a contaminação do coronavírus, como a proibição de experimentar, tocar e analisar roupas e outras vestimentas pelos clientes no interior dos estabelecimentos. Ainda segundo Marcus Vinícius, a proposta também visa resguardar os empresários, que tiveram seu poder de venda reduzido devido a indecisão dos consumidores.  “Torna-se necessária a adaptação aos novos tempos para dar oportunidades aos empresários de se reerguerem com a retomada das atividades, mas garantindo também aos consumidores os seus direitos”, declarou o parlamentar.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

14 comentários

  1. Avatar

    aproveita e gasta nosso dinbheiro com essas homenagens para amaciar o égo,pelo visto9nbõ temmanad para fazer na Cãmara, em janeiro vamos ver oresultado disso aí.Aprendeu rapidinho como gastar sem necessidade. Isso é Volta Redonda …

  2. Avatar

    Instituições de caridade que aceitam receber agrados de políticos não recebem um centavo meu.

  3. Avatar

    Fazendo média apenas. Mais dinheiro jogado fora com parlamentares desse nível.

  4. Avatar

    Marcelo,

    parabéns pela iniciativa.

    Sem medo das críticas, reconhecer o trabalho do Lar dos Velhinhos é sempre louvável.
    Amor e dedicação não tem ideologia.

  5. Avatar

    BOA INICIATIVA DO VEREADOR MARCELO.

  6. Avatar

    Vamos garantir os votinhos.

  7. Avatar

    Marcelo, você assumiu a cadeira de vereador para ficar de olho no Samuca. Sua função é de fiscalizar o executivo. Pare com essa bobagem de elogiar quem ganha para trabalhar.

  8. Avatar

    SÓ MERECE APLAUSOS, SE TODOS FIZESSEM CAMPANHA ASSIM ESTAVA BOM.

  9. Avatar

    Tá com cara que fez bariátrica…

  10. Avatar

    Em época de eleição não vale.

    • Avatar

      Amigo… ele só está no cargo a um mes… só faltam 3 pra terminar o ano… se ele nao fizer agora, nao faz mais… seu apelido “eleitor ligado” nao está tao ligado assim…

    • Avatar
      Chega de blá blá blá

      Menos blá blá blá e mais ação, a cidade está as escuras, cheio de poste com lâmpada queimada, em frente ao shopping Park Sul de noite mal dá para ver o pedestre atravessar.

      Faz alguma coisa mais efetiva.

Untitled Document