Volta Redonda: Água Limpa está recebendo força-tarefa contra a dengue

Ações de combate ao Aedes aegypti seguem até esta sexta-feira (9) no bairro com as equipes das secretarias municipais de Saúde e Infraestrutura

Por Mayra Gomes

Volta Redonda – O bairro Água Limpa, em Volta Redonda, está recebendo a força-tarefa contra a dengue da Prefeitura Municipal. As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, chikungunya e zika – seguem até esta sexta-feira (9) com as equipes das secretarias municipais de Saúde (SMS) e de Infraestrutura (SMI), que iniciaram o trabalhado na última segunda-feira (5).

 

As equipes da prefeitura estão percorrendo as avenidas e ruas do bairro vistoriando as residências, orientando os moradores e intensificando a limpeza urbana. A Secretaria de Infraestrutura disponibilizou dez caçambas para descarte de materiais inutilizados, que acabam se tornando criadouros para o mosquito. As caçambas estão situadas nas ruas Cravinas; Eloy Pimentel; Margaridas; Antúrios; Guarda Mor; Visconde do Rio Branco; Rio Piabanha; Paraíbuna; Araguaia; e Amazonas.

 

Durante as vistorias aos imóveis, os agentes de endemia – vinculados à Secretaria de Saúde – orientam a população sobre os cuidados para evitar água parada nos ambientes. A água parada em qualquer recipiente acaba se tornando um depósito para que o Aedes deposite suas larvas.

 

“Com os dias mais quentes e a constância das chuvas, esse cenário acaba facilitando a proliferação do mosquito da dengue. A eclosão dos ovos acontece mais rápido, com uma média dez dias, e a larva pode viver até 30 dias. Por isso, a população deve fazer a sua parte vistoriando os quintais e também dentro de casa, não deixando que água parada permaneça em qualquer objeto”, explicou a coordenadora da Vigilância Ambiental de Volta Redonda, Janaína Soledad.

 

Os bairros Sessenta, Dom Bosco, Aterrado, Jardim Paraíba, Nossa Senhora das Graças e Santa Cruz já receberam a força-tarefa. Junto a essa iniciativa, Volta Redonda conta com o apoio do Governo do Estado, que disponibilizou o carro de fumacê UBV (Ultrabaixo Volume), que continua percorrendo os bairros do município. O veículo é da Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (SVEA) e chegou a Volta Redonda no dia 8 de janeiro.

Advertisement

 

A programação do fumacê UBV foi definida pela Vigilância Ambiental, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, levando em consideração os índices de proliferação do mosquito nas regiões do município. Os próximos bairros que receberão a força-tarefa e o fumacê UBV serão divulgados nas redes sociais da prefeitura (@prefeituravr).Fotos de divulgação – Secom/PMVR

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996