Volta Redonda é a primeira do Sul Fluminense em ranking nacional de bem-estar para a Melhor Idade

Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade também aponta a cidade como quarta no estado; programas da prefeitura contribuem para a promoção de saúde e lazer da terceira idade

by Agatha Amorim

Foto: Cris Oliveira – Secom/PMVR

Volta Redonda – A cidade de Volta Redonda é conhecida por seus programas e ações voltados à Melhor Idade, e graças aos projetos direcionados ao bem-estar dos idosos a cidade foi destaque no Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade, divulgado em outubro pelo Instituto de Longevidade (IDL), associação sem fins lucrativos que estuda os impactos socioeconômicos do envelhecimento. De acordo com o levantamento, Volta Redonda aparece como a primeira do Sul Fluminense no ranking que avaliou 5.570 cidades do país.

O objetivo do IDL é avaliar a capacidade dos municípios em criar as condições adequadas para um envelhecimento saudável e sustentável. No ranking nacional, Volta Redonda aparece na 58ª posição; já no estado do Rio, a cidade está na quarta colocação, atrás apenas de Niterói, Itaperuna e Maricá, e ficando à frente, inclusive, da capital fluminense.

A avaliação do índice é feita com base em 23 indicadores, divididos em três variáveis: saúde, socioambiental e economia. Cada indicador busca mensurar os fatores que afetam a qualidade de vida da população com 60 anos ou mais. Para Gleisson Rubin, diretor do Instituto de Longevidade, é fundamental entender o que é preciso para garantir longevidade e um envelhecimento ativo e saudável à população.

“O papel de um índice que permita entender a realidade municipal de cada localidade do país para lidar com os desafios e as oportunidades dessa proporção crescente de idosos é enorme”, ressaltou Gleisson.

 

‘Viva a Melhor Idade’

Foto: Cris Oliveira – Secom/PMVR

Com 55.380 pessoas acima dos 60 anos (21% da população) vivendo na cidade – de acordo com os dados atualizados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) do Censo 2022 –, Volta Redonda investe em diversas frentes para promover a saúde e o bem-estar da terceira idade. A prefeitura, por meio de diferentes secretarias, oferece programas e projetos que contribuem para essa meta.

Um deles é o “Viva a Melhor Idade”, desenvolvido pelas secretarias de Esporte e Lazer (Smel) e de Ação Comunitária (Smac), que premia os participantes assíduos de atividades da Smel e de grupos de convivência da Smac com passeios a destinos turísticos, incluindo atividades que promovem o lazer, socialização entretenimento e saúde para esse público.

“Neste ano as viagens estão sendo para Caxambu, em Minas Gerais, e no ano passado eles foram para Teresópolis (RJ). Além de beneficiar quem participa dos projetos da prefeitura, o ‘Viva a Melhor Idade’ faz com que nossos idosos tenham menos problemas de saúde e mais disposição. Eles interagem mais, e isso aumenta em pelo menos uns dez anos suas expectativas de vida, vivendo com mais qualidade”, lembrou o prefeito Antonio Francisco Neto.

 

Mais projetos

Foto: Cris Oliveira – Secom/PMVR

O município conta ainda com outros projetos voltados para a terceira idade. A área de assistência social, por exemplo, oferece espaços como o Centro-Dia para Idosos; o Centro-Dia Synval Santos (Alzheimer), além de ações como a Fanfarra da Melhor Idade. No quesito esporte e lazer, os idosos de Volta Redonda contam com as atividades de Ginástica para a Melhor Idade, realizadas em ginásios, quadras e outros espaços nos bairros, e a Academia da Melhor Idade, que funciona no Estádio da Cidadania.

Ainda no estádio, a Melhor Idade também se beneficia com a Academia da Vida Oscar Cardoso, unidade escolar da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda) que oferece cursos para a terceira idade e visa reforçar a linha de cuidado e promover o envelhecimento saudável, com ações voltadas para a valorização da pessoa idosa.

“E temos muito mais para a nossa Melhor Idade, como a Patrulha do Idoso e o Núcleo de Atendimento ao Idoso da delegacia, para dar mais segurança, e o nosso tradicional Bloco da Vida, que retorna no ano que vem para alegrar a todos. O Poder Público tem esse papel de cuidar dos nossos idosos, que tanto contribuíram para a construção da nossa Volta Redonda”, disse o prefeito Neto.

Foto: Cris Oliveira – Secom/PMVR

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996