>
quinta-feira, 11 de agosto de 2022 - 08:45 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Volta Redonda encaminha 10 denúncias sobre o preço dos combustíveis na cidade ao Procon estadual

Volta Redonda encaminha 10 denúncias sobre o preço dos combustíveis na cidade ao Procon estadual

Matéria publicada em 5 de julho de 2022, 16:14 horas

 


Postos do estado do Rio de Janeiro têm que baixar o preço da gasolina, do diesel e do GNV

Volta Redonda – O Procon de Volta Redonda encaminhou, em dois dias, 10 denúncias sobre o preço dos combustíveis na cidade ao órgão estadual. Desde a última segunda-feira (4), os postos precisam baixar o preço da gasolina, do diesel e do GNV, em função da redução de 32% para 18% na alíquota do ICMS sobre os combustíveis. Caso o estabelecimento não tenha baixado o preço do litro e não apresente notas fiscais que comprovem o valor praticado, ele pode ser multado.

Antes do Governo do Estado reduzir a alíquota do ICMS, o preço médio da gasolina comum em Volta Redonda era de R$ 7,75 o litro no dia 30 de junho, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo e Gás (ANP). Motoristas chegaram a relatar que em alguns postos o valor cobrado era acima de R$ 8. Hoje, em um posto localizado no bairro Roma, consumidores relataram que o preço do litro chegou a R$ 6,59, enquanto em outro, no limite entre Volta Redonda e Barra do Piraí, o preço caiu para R$ 6,39.

“Os postos terão de se adequar na medida que forem gastando o estoque e adquirindo combustível com as novas alíquotas. Mesmo assim, já estamos recebendo denúncias e encaminhando elas ao Procon estadual. A recomendação é que as denúncias sejam encaminhadas com detalhes, por exemplo, com fotos, endereço e valor praticado. O consumidor que preferir pode denunciar ou reclamar diretamente junto ao Procon Estadual, através dos telefones: (21) 23330019/ 23330005/ 985964638/ 985965723 ou e-mail: [email protected]”, disse o coordenador adjunto do Procon de Volta Redonda, Júlio Alves.

Os telefones do Procon de Volta Redonda são: (24) 3339-9205/ 3339-9206 ou 33399207.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. E, em Pinheiral, os postos foram fiscalizados ? Eles são bastante gananciosos!!

Untitled Document