segunda-feira, 30 de março de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Volta Redonda pode receber R$ 6 milhões por eficiência no tratamento de esgoto

Volta Redonda pode receber R$ 6 milhões por eficiência no tratamento de esgoto

Matéria publicada em 31 de janeiro de 2020, 10:58 horas

 


Prodes já depositou R$ 1,5 milhão na conta da prefeitura que serão revestidos em investimentos do Saae-VR

Prefeitura segue com investimentos para o tratamento da esgoto
(foto: Secom VR)

Volta Redonda – A prefeitura de Volta Redonda pode receber até R$ 6 milhões por eficiência no tratamento de esgoto. A Estação de Esgoto (ETE) Gil Portugal foi certificada pelo Programa de Despoluição de Bacias Hidrográficas (Prodes) da Agência Nacional de Águas (ANA) e o município já recebeu cerca de R$ 1,5 por conta das avaliações no último semestre de 2019.

A cada trimestre, a ETE passa por nova vistoria e, comprovada a manutenção da eficiência, o município recebe uma parcela de R$ 750 mil.

O prefeito Samuca Silva afirmou que o dinheiro será investido em projetos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae-VR).

– Melhorar o saneamento, a distribuição de água e ampliar o tratamento do esgoto em Volta Redonda estão entre as prioridades da gestão. Com a chegada deste recurso federal vamos poder avançar ainda mais neste propósito – destacou.

José Geraldo Santos, o Zeca, diretor presidente do Saae-VR, explicou que a ETE Gil Portugal passou por ajustes para se adequar aos padrões de eficiência estabelecidos pelo Prodes.

– Em 2019, fomos avaliados pelos auditores do programa e conquistamos a certificação. As vistorias trimestrais vão continuar por todo ano de 2020 e vamos trabalhar para manter a aprovação do programa e conquistar mais recursos – afirmou o diretor presidente.

Zeca também lembrou de investimentos feitos pela atual gestão, que ampliaram o tratamento de esgoto no município, que atualmente atinge 37%.

– Reformamos a ETE Volta Grande IV e inauguramos a Elevatória de Esgoto na 207, que ampliou a coleta e a capacidade de tratamento da ETE Gil Portugal. Além destas, o município possui mais seis ETEs, no Santa Cruz, Roma, Santo Agostinho, Padre Josimo, Parque do Contorno e Vila Rica/Tiradentes – concluiu.

 

Geoprocessamento auxilia na automação das ações do Saae-VR

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR) vem usando o sistema GIS, uma ferramenta de geoprocessamento que permite a integração entre bancos de dados alfanuméricos (tabelas) e gráficos (mapas), para o processamento, análise e saída de dados georreferenciados. Os produtos criados são arquivos digitais contendo mapas, gráficos, tabelas e relatórios convencionais.
Com isso, a autarquia obtém benefícios como a integração dos diversos setores da empresa, o aumento da agilidade da resolução dos problemas encontrados, da qualidade dos serviços e, finalmente, o aumento da eficiência nos processos de trabalho como um todo. Todas estas ferramentas de gestão são revertidas em ganhos de produtividade da empresa e, em consequência, em ganhos na qualidade de vida da população de Volta Redonda.

O que mudou

Até o ano 2000 o cadastro das redes de água e esgoto era feito em papel. No início de 2001, iniciou-se a implantação do cadastro digital de “redes inteligentes”. Em 2004, começou a ser feito o do cadastro em campo dos hidrômetros em sua posição real. No ano seguinte, as redes foram disponibilizadas através da Intranet, porém com funcionalidades reduzidas.
Em 2006, começou o desenvolvimento de sistema próprio para disponibilização das informações – Sistema SAE e a integração com sistema de OS’s. Já no início de 2007 houve integração do sistema SAE com a telemetria.

Futuro

Os profissionais do Saae consideram o geoprocessamento o primeiro passo para projetos muito mais ambiciosos. As possibilidades de integração de sistemas de geoprocessamento são inúmeras, tanto na área de telemetria quanto em qualquer outro setor da empresa. Será possível, num futuro não muito distante, utilizar a base de dados nas ruas, realizar alterações on-line, monitorar e operar válvulas e registros à distância e estudar o comportamento da rede em tempo real, monitorar poços de visita mais críticos e monitorar os veículos a fim de encontrar a viatura mais próxima de ocorrências emergenciais.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

23 comentários

  1. Avatar

    Essa ETA na divisa com BM foi mal projetada e construida. Ela bem que poderia ser no Aero. Assim, todo o esgoto de BM dissolveria no trajeto.

    • Avatar

      Mas receberia o esgoto de mais da metade de VR, fora o risco principal, de contaminação pelas operações da CSN… A ETA Belmonte não foi construída ali por acaso, meu caro. Houve um estudo, um planejamento prévio, mas eu não desativaria a ETA Santa Rita. Farias a interligação das duas redes, sendo que Santa Rita serviria de suporte para casos de problemas no Paraíba…

  2. Avatar

    Liberar dinheiro para prefeitos em último ano de governo é complicadíssimo.

  3. Avatar

    Tomara que sobre um mínimo, para construir uma rede de esgoto, na Rua 53 parte de cima, Bairro Sessenta, esta projetada sem execução ate presente data ! Amém!!

  4. Avatar

    Revestidos de que???? Hey…por favor arrume isso aí….(sub-título da matéria). Será que o estagiário quer dizer ‘revertido’????
    Além disso o título da matéria: “Volta Redonda pode receber R$ 6 milhões por eficiente no tratamento de esgoto” não deveria ser ‘Volta Redonda pode receber R$ 6 milhões POR EFICIÊNCIA no tratamento de esgoto”?
    Arruma aí DV!!!!!

  5. Avatar

    A ETE Correios (Gil Portugal) praticamente eliminou a poluição na bacia do Rio Brandão, que voltou a ter peixes que antes não tinha, além de ter perdido o mau cheiro. É um exemplo que deve ser replicado em outros cursos d’água, como o Córrego dos Carvalhos e União, que drenam área de densa população na Região do Retiro, já tendo perdido seu leito natural em grande parte do trajeto…

  6. Avatar

    Que esse Samuca não venha dizer que é conquista do “governo” dele. Por favor!!!!

  7. Avatar

    POR FAVOR BOLSONARO, LIBERA ESSA VERBA AGORA NÃO, ESPERA O PRÓXIMO PREFEITO.

  8. Avatar

    Eu como sou reparador e estudioso sobre VR e estes dias aliás por mais de uma vez passando pela estação de tratamento de esgoto Gil Portugal entre o Laranjal e a Vila…percebi o que sai “tratado” da mesma é uma água escura e espumante, será mesmo tratado o esgoto na mesma? A prefeitura investe e a mantém como se deveria? O projeto é eficiente e os resultados também?

    • Avatar

      POIS É.Faço aqui um CONVITE ao Presidente do SAAE sr. ZECA para ver o esgoto in natura que sai de um manilhão na rua 41 perto da ponte de pedestres existente na referida rua.Pertinho do Centro Médico do Hospital da CSN.

  9. Avatar

    Neto ajudou sim deixando ima dividq bilionaria pro povo pagar

  10. Avatar

    Bela oportunidade para entrevistar o Samuca e perguntar quais os projetos para a expansão do tratamento do esgoto que hoje é de apenas 37%. Quanto custaria tratar 100% do esgoto ? Quando que poderemos ter 100% tratado ? A cidade do Rio de Janeiro esta vivendo um colapso na qualidade de água que vem do Paraíba e esse é o momento para se aliar ao comitê de bacia do Guandú para buscar investimentos para o tratamento de esgoto na bacia do Paraíba.

    • Avatar

      Primeiro tem que cobrar a Baixada, que é quem mais polui a água que bebem. 90% da poluição do Guandu é de lá mesmo, pois o esgoto é lançado na boca da adutora… A água que chega do Paraíba lá na CEDAE já está em ótimas condições, tendo viajado dezenas de quilômetros em zonas rurais ou pouco povoadas, sofrendo decantação nas represas e depuração nas cachoeiras ao descer a serra… Samuca tem que investir no bem-estar da população de Volta Redonda. A capital e a Baixada que cobrem seus prefeitos e o governador por seus problemas…

  11. Avatar

    Foi veiculado hoje 31/01/2020 pela manhã em um telejornal da capital do estado que a prefeitura de volta redonda perdeu 10 milhões de verba para saneamento através da Agevap. Qual a defesa da prefeitura?

  12. Avatar

    Em época de eleição, tudo vira prioridade do governo! kkkk Neto está voltando! Graças à Deus!!!

  13. Avatar

    Ainda bem que a tv SUL fluminense resolveu pesquisar o Rio PARAÍBA desde a sua nascente. Mostrando para todas população o tanto de Rede de Esgoto é despejado dentro do Rio. Hoje eles devem passares em VOLTA Redonda.
    E estão cobrando dos prefeitos principalmente aqueles que resolveram trabalhar no último ano do mandato.

    • Avatar

      TV Sul Fluminense já foi vendida. Agora se chama Band Interior.

    • Avatar

      A TV GLOBO, da capital, que está gravando essa reportagem. Tem nada de TV Sul Fluminense aí, que aliás nem existe mais. Virou Band Rio Interior, de emissora a retransmissora sem programação própria…

  14. Avatar

    Parabéns ao SAAE e a gestão do prefeito SAMUCA!!!!!

    Que continue o belo trabalho que esta sendo feito

  15. Avatar

    Nossa, eu sou um dos maiores observadores de assuntos relacionados ao meio ambiente nesta cidade e eu já reparei que na estação de tratamento de esgoto Gil Portugal a água do esgoto sai com uma coloração escura e espumante. Bem tratada mesmo?

  16. Avatar

    Neto e bom mesmo até ajudando o samuca tá

    • Avatar

      Se esse Neto for o ex-prefeito, ele deixou uma dívida de R$ 1,7 BILHÕES e ainda não soube fazer contas públicas em 3 anos.

Untitled Document