segunda-feira, 17 de maio de 2021 - 19:14 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Volta Redonda segue com vacinação contra gripe nas unidades de saúde

Volta Redonda segue com vacinação contra gripe nas unidades de saúde

Matéria publicada em 22 de abril de 2021, 16:16 horas

 


Volta Redonda – A campanha de vacinação contra a gripe continua nas unidades de saúde, em Volta Redonda. A primeira etapa é voltada para crianças de seis meses a menores de 6 anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); profissionais da Saúde (em atividade ou não) e estudantes da área da Saúde (em atividade na rede pública e privada).

Unidades que aplicam imunizante

Por conta dos feriados, a aplicação da vacina está acontecendo, de 12h30 às 16h, em oito unidades de saúde (UBS e UBSF): Conforto, Siderlândia, Jardim Paraíba, São Geraldo, Retiro II, Vila Brasília, Santo Agostinho e São Luís.

Já a partir de segunda-feira, dia 26, a imunização retorna para 41 unidades do município, no mesmo horário, com exceção dos postos localizados nos bairros: 249, São João, Siderlândia, Volta Grande e Vila Mury, que são locais referência para o atendimento a pacientes com suspeita de Covid-19.

Campanha em três etapas

A vacinação contra a Influenza faz parte de uma campanha nacional e acontece em três etapas e para públicos diferentes. A primeira segue até o dia 20 de maio. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) reforçou que a vacinação contra a Influenza é importante e não deve ser esquecida.

O coordenador de Vigilância em Saúde de Volta Redonda, o médico sanitarista Carlos Vasconcellos, destacou que a procura pela vacina ainda é baixa.

– Todos os públicos prioritários dessa primeira fase devem procurar a unidade mais próxima e fazer a vacinação. É importante ressaltar que a vacina contra a gripe é indispensável e recomendamos que as gestantes se vacinem o quanto antes”, disse o médico, acrescentando: “As pessoas devem manter no mínimo 15 dias entre a aplicação de vacinas contra a Covid e a vacina de Influenza ou outras vacinas. A vacina contra a Covid deve ser priorizada se disponível para o grupo que será vacinado. Outras vacinas do Plano Nacional de Imunização (PNI) devem ser atualizadas e aplicadas junto com a vacina anti-influenza – destacou Carlos Vasconcellos.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document