sábado, 17 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Volta Redonda Sem Homofobia realiza neste domingo a 6ª Parada do Orgulho LGBTIQ+

Volta Redonda Sem Homofobia realiza neste domingo a 6ª Parada do Orgulho LGBTIQ+

Matéria publicada em 17 de agosto de 2018, 08:00 horas

 


Neste domingo (19), a partir das 13h, a ONG Volta Redonda Sem Homofobia (VRSH) realiza a 6ª Parada do Orgulho LGBTIQ+ de Volta Redonda. O evento deste ano, organizado em conjunto com os principais movimentos sociais do município, resgata o tom político e de denúncias que caracterizou as primeiras paradas mundo a fora, desde sua concepção.
Neste cenário, os idealizadores trazem para esta edição o lema “A hora é agora! Não vão nos silenciar!” Os organizadores prometem atos e reivindicações contra o Poder Público de modo geral, apresentações culturais e homenagens à vereadora Marielle Franco (Psol), morta em março deste ano.
De acordo com o coordenador da ONG, Natã Teixeira Amorim, a intenção é dar voz aos LGBTs que vêm sofrendo todo tipo de ataque enquanto não encontram amparo do Poder Público.
– Não é de hoje que os direitos básicos da população LGBTIQ são negados. Conquistas históricas, principalmente das pessoas trans são ignoradas, fazendo com que essas pessoas passem por situações horrorosas. Mas com a morte da vereadora Marielle Franco, que era negra e lésbica, que serviu como meio de silenciá-la, os ataques tornaram-se mais evidentes. E se fez ainda mais necessário a união de nossas vozes para que esse assassinato brutal não continue em pune – explica Natã.
Ainda segundo Natã, a organização da parada passou por uma série de obstáculos e, por isso, terá que ser mais modesta.
– Primeiro tivemos dificuldades de conseguir liberação para a caminhada. A prefeitura, a Polícia Militar e os Bombeiros negaram vários trajetos. Não foi possível levar o evento para as ruas centrais, como acontecem em outros municípios. Sem o apoio da prefeitura, tivemos que bancar toda a estrutura, desde os enfeites aos banheiros químicos. Nosso último obstáculo apareceu em cima da hora, quando o governo municipal, uma semana antes da Parada, resolveu levar a Rua de lazer para a 33, justamente no lugar onde costumamos passar. Mas esses obstáculos só nos fazem fortes. Eles não nos silenciam – afirma.
Com concentração na Praça Brasil, na Vila Santa Cecília, a partir das 13h, a Parada comecará com uma caminhada, a partir das 14h30, pela Rua 33 até a Praça Pandiá Calógeras – próximo a Escola Técnica (ETPC). Durante o evento haverá distribuição de preservativos, espaço para intervenções, oficinas de faixas e cartazes, além de apresentações com pocket shows e discotecagem. Segundo informações da organização, a parada tem previsão para encerramento às 21h.

Serviço:
A 6ª Parada do Orgulho LGBTIQ+ acontece neste domingo (19), a partir das 13h, na Praça Brasil – Vila Santa Cecília, seguindo em caminhada até a Praça Pandiá Calógeras.

Programação
13h – Concentração na Praça Brasil, na Vila santa Cecília
14h30 – Caminhada pela Rua 33 até a Praça Pandiá Calógeras
14h30 até às 16h30 – Discotecagem de Vinicius Vitorino, Gleydson Galvão e Juliana de Freitas
17h30 – Pocket show Clara Crocodilo e Yago Ramos, com duração de 15 minutos cada apresentação
18h até às 20h – Discotecagem de Kyn Smalls, Tamyrys Lisboa e Lorran Mendes
21h00 – Encerramento


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

33 comentários

  1. Ô coça atrasada! Dá uma vassoura vna mão de cada um pra varrer a cidade.

  2. Vai ter rua de lazer na 33, domingo?

  3. O cara gostar de dá a rosca tudo bem,agora pornografia,bebedeira,libertinagem,obaoba,sujeiras em plena via pública é um absurdo.Vai fazer isso em outro lugar não concordo.Vamos ser mais discreto na nossa opção sexual.Vagabundagem e safadeza já basta em Brasília.Porque vcs não protestam,melhores salários pra professor, polícia,enfermeiros, bombeiros e a poluição da nossa cidade sofrida com a CSN.A falta de segurança e várias mortes na Usina.

  4. Pra se buscar algum direito e seja lá o que for, nao vejo a menor necessidade desse tipo de evento, que como disse uma pessoa logo abaixo, é só bebedeira, droga e libertinagem. Fora a sujeira que fazem. Nada melhor que cada um ficar na sua, sem demonstrações bobas, o respeito está aí, cada um vivendo na sua, sem esse escracho todo, ninguém é obrigado a aceitar e ficar vendo isso. Ano passado teve no aterrado, uma sujeira só, pessoas h xh se beijando, se esfregando na rua.. me dizem pra que? Falta do que fazer, isso sim..

  5. Eu Ii isso?Os BOLSONARO estão apoiando esse evento?Mudou de lado já?

  6. Última vez que ouvi falar desse evento era somente LGBT, parabéns pelo crescimento das siglas, fica claro que o grupo tá aumentando.
    Só acho que os organizadores não deveriam aceitar Flávio Bolsonaro no palanque, afinal o evento não é político,mas se o Flávio Bolsonaro confirmou a presença é porque ele se fará presente, vergonha.

  7. Nosso país chafurdando com tantos problemas sociais, econômicos e éticos, corrupção pra tudo quanto é lado e nossa cidade promovendo uma festa totalmente sem propósito pois nesse tipo de encontro a única coisa que rola é sacanagem e bebedeira. Não lutam por nada. Querem só tumultuar e promover baderna. Depois querem ter direito a alguma coisa.

  8. Que merda deveria ter o orgulho hetero.

  9. Porque essa porcaria não é feita la em Valença, ja que é conhecida comp a cidade da viadada.ficam essas coisas estragando a imagem da nossa cidade com tanta vulgaridade.. vou ter que perder meu domingo ficando em casa assistindo Temperatuda Maxima e Domingão do Faustao…

    • Querido, será uma honra pra Valença.Sugeri aos organizadores.

    • Caro amigo valença, faça isso que eu serei o primeiro a te apoiar a levar essas aberrações para longe de minha cidade… kkkkk

    • Vai se esconder né. Tem medo de não suportar a pressão e solta essa França q existe em vc, né.
      Bobinha.

    • Sou gay e quando era pré adolescente, fui humilhado muitas vezes por um vizinho que tinha o pensamento como deste Eduardo, o tempo passou e hoje ele tem um filho que só falta usar calcinhas e suoer afeminado.
      Conclusão hoje Ele abaixa a cabeça quando passo.

  10. Torcedor de OURO do BMFC estará presente, representando a cidade de Barra Mansa,

  11. “Não vão nos silenciar” Alguém aí tem alguma prova ou fato de que tentaram silenciar alguém desse grupo?
    O que Marielle tem a ver com a situação? Ao que tudo indica ela foi assassinada por motivos políticos, e não por cor da pele, gênero ou preferências sexuais.
    “direitos básicos da população LGBTIQ são negados” Que direitos seriam esses? Até onde sei os mesmos direitos que são negados a vocês são negados a toda população também, falta de saneamento básico, segurança, saúde e etc.
    Quais conquistas históricas das pessoas trans estão sendo ignoradas?

    Gente, que coisa… Vamos parar de demagogia e parar de criar espantalhos. Sejam claros e objetivos. O povo não é tão bobo assim não. Reivindiquem o que vocês quiserem, mas sem invencionices.

    • Sua besta, foi justamente por ela defender causas de pobres negros gays etccc q ela morreu. Analfabeto funcional rs escreveu escreveu é não disse nada…rs

    • O classe desunida kkkkkkkkk. Não briguem, q coisa feia, a programação está publicada, é só vcs arrumarem um fantasia, c o rosto escondido atrás de plumas de faisão. Ninguém vai saber quem é.

  12. Pare o mundo que eu quero descer ………. SOCORRO ME TIREM DAQUIIIIIIIIII

  13. Parabéns Volta Redonda, a cidade mais LGBT da região.

  14. Que merda vai ficar está vila domingo só Jesus pra salvar estas pessoas Deus fez o homem e a mulher

  15. caramba a sigla cresce mas que o movimento, ja ja vai ser LGBTIQ+/JF3BCGFUC%3-9,5 ….

  16. Essa pouca vergonha tem que acabar . Usando dinheir o publico ora essa viadada ficar fazendo sacanagem no meio da rua . Pais de merda

  17. falta do que fazer.

  18. Evento que só trás maldição para a cidade

  19. Não votem mais neste prefeito de VR que nem lâmpada troca. Não virem nem em seus candidatos. Dêem a resposta nas urnas a estes preconceituosos.

Untitled Document