VR terá ação cultural pelo fortalecimento dos direitos da Melhor Idade

Evento será promovido em junho em uma parceria da Secretaria Municipal de Ordem Pública com o Instituto Dagaz e também celebrará o aniversário da Patrulha do Idoso

by Mayra Gomes

Volta Redonda – A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), realizará no dia 15 de junho em parceria com o Instituto Dagaz, o Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa – um evento especial pelo fortalecimento dos direitos da Melhor Idade.

Durante o evento será exibido um filme, palestra e um show musical, no térreo da Biblioteca Municipal Raul de Leoni, na Vila Santa Cecília.

A atividade também marca o aniversário de três anos da Patrulha de Proteção ao Idoso de Volta Redonda. O evento contará com o apoio da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAP-VR).

Segundo o secretário municipal de Ordem Pública, coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, o objetivo é chamar a atenção para os direitos dos idosos e o combate às situações de violência contra eles.

“Trata-se de um movimento de fortalecimento aos direitos dos idosos. O nosso trabalho com a Patrulha de Proteção ao Idoso consiste em promover uma segurança mais humanizada, com guardas municipais e a presença de um psicólogo, que é um diferencial do projeto. Zelamos pela integridade física e garantimos a qualidade de vida e respeito a eles com base no Estatuto do Idoso. A melhor solução para acabar com a violência contra os idosos é a prevenção”, disse o secretário, destacando que o projeto pioneiro no estado tem atuado capacitando pessoas, principalmente os idosos, a reconhecerem uma situação de violência e procurarem a ajuda necessária.

Programação cultural

O filme “A bicicleta do vovô”, do diretor Henrique Dantas e da Hamac Produções, de Salvador–BA, será exibido durante o evento em um espaço aberto. O curta-metragem aborda a relação de um homem com seu neto. Na fazenda Capim Santo, onde a história se passa, um mundo imaginário é construído a partir das histórias contadas pelo Vô Rui a seu neto Cauê.

A exibição faz parte do projeto Cinestesia às Margens, do Instituto Dagaz, que tem como proposta diminuir distâncias e democratizar o acesso às artes, cultura e informação.

A produtora executiva do Dagaz, Márcia Fernandes, explicou que o Cinestesia às Margens é um dos projetos aprovados nos editais da Lei Paulo Gustavo – do Ministério da Cultura (MinC) e criada para incentivar o setor cultural – e é desenvolvido pelo instituto, que conta com patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Secec-RJ).

“Esse projeto vai percorrer várias cidades e vamos lançá-lo junto da Secretaria Municipal de Ordem Pública, onde iremos comemorar os três anos de criação da Patrulha de Proteção ao Idoso de Volta Redonda. Vai ser um evento com um cinema aberto, onde a gente vai poder discutir os direitos dos idosos. Além de aproximar a cultura e o audiovisual das pessoas”, disse Márcia Fernandes.

Além da exibição do curta-metragem e de uma palestra sobre os direitos dos idosos, um show musical está previsto para acontecer. Toda a programação é de graça. Outras informações serão divulgadas em breve nas redes sociais da prefeitura e da Secretaria Municipal de Ordem Pública.

 

 

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996