domingo, 5 de dezembro de 2021 - 01:24 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Anexo ao Hospital do Retiro passa por obras para instalação de respiradores

Anexo ao Hospital do Retiro passa por obras para instalação de respiradores

Matéria publicada em 6 de janeiro de 2021, 13:05 horas

 


Trabalhos consistem na instalação da rede de gases medicinais, parte fundamental para o funcionamento dos aparelho

Volta Redonda – Na manhã desta quarta-feira, dia 06, foi iniciada a nova etapa da obra de leitos hospitalares para pacientes de Covid-19 no anexo ao Hospital Munir Rafful, no Retiro. Os trabalhos consistem na instalação da rede de gases medicinais, parte fundamental para o funcionamento dos respiradores a serem instalados em todos os leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) – 18 unidades e em seis leitos da Unidade Intermediária (UI), o que corresponde à metade oferecida na área. Essa etapa terá duração de 15 dias e está orçada no valor R$ 110 mil.

De acordo com o vice-prefeito e diretor do Hospital São João Batista (HSJB), Sebastião Faria, a instalação da unidade vai favorecer a retomada de atendimentos no HSJB. “Além de garantir um atendimento concentrado e especializado de pacientes clínicos no tratamento da Covid-19, o Hospital do Retiro desafoga a ocupação de leitos no Hospital São João Batista, devolvendo a capacidade a leitos cirúrgicos, além de reduzir a possibilidade de novas contaminações”, explicou.

Mais sobre a obra

A obra para construção dos leitos, que será concluída em 30 dias, está orçada na casa dos R$ 500 mil. Por meio de uma parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-VR) já foram arrecadados R$ 300 mil doados por comerciantes e empresários da cidade. “Somos muito gratos por essa parceria que nos possibilitou em tão pouco tempo retomar um projeto de ampliação do Hospital do Retiro, sobretudo nesse momento em que nossas atenções estão voltadas para o enfrentamento da Covid-19”, disse o prefeito Neto, destacando que continua em busca de novos parceiros.

O projeto iniciado em 2015, numa parceria com o campus Leonardo Mollica, da FOA/UNIFOA, previa a ampliação do setor de clínica médica, mas devido à pandemia, foi necessário adequar aos atendimentos de urgência nesse primeiro momento. A fase seguinte dos trabalhos prevê a instalação de 35 leitos de clínica médica que serão construídos em outro andar do prédio.

Serviço:

Empresas e pessoas físicas que quiserem contribuir com o projeto podem entrar em contato pelo telefone (24)3344-8050 ou pelo Whatsapp: (24)98125-9369.

 

Obra está orçada em aproximadamente R$ 500 mil (Foto: Divulgação)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Será que na próxima postagem, sobre essas obras, vai aparecer o papagaio de Pirata Temponi para sair na foto.

  2. Os colaboradores da PMVR não usam EPI’s? são diferentes das empresas privadas?

    A respeito da notícia, excelente! Neto fazendo o que deveriam ter feito!!

  3. Quando começa a seleção de médicos e enfermeiros para atender os pacientes desses leitos?

Untitled Document