Concerto da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa marca homenagem a Dauro Aragão e lançamento do UniFOA +Social

by Diário do Vale

Dario Aragão, filho do ex-presidente, se emocionou com o evento e ressaltou o que aprendeu com o pai – Foto: Divulgação UniFOA.

Volta Redonda- Uma noite musical encantou o público e marcou o dia 24 de agosto, última quarta-feira, no UniFOA. Com o concerto “MPB – Retrato Sinfônico”, a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa fez uma apresentação especial no auditório William Monachesi, no Campus Olezio Galotti, em Três Poços, em memória ao ex-presidente Dauro Peixoto Aragão, que faria 91 anos na data.

O presidente da Fundação Oswaldo Aranha (FOA), Eduardo Prado, entregou a filhos e à viúva de Dauro, Sonia Marczuk Peixoto Aragão, placas de homenagem ao legado dele, que presidiu a instituição de 1998 até 2021, quando faleceu. Esse momento também foi de lançamento do UniFOA +Social, programa que terá a primeira ação no próximo sábado, dia 27, das 9h às 14 horas, na Praça Brasil.

No discurso de abertura, Eduardo ressaltou que nos 23 anos em que Dauro Aragão esteve à frente da FOA, mantenedora do Centro Universitário de Volta Redonda – UniFOA, a instituição fez um milhão e 700 mil atendimentos à população de Volta Redonda e todo o entorno. “E nesses últimos três anos, já ultrapassamos dois milhões de atendimentos gratuitos à comunidade que utiliza práticas dos cursos que a instituição oferta”, ressaltou o presidente, que lembrou ainda o marco do UniFOA ter sido criado na gestão de Dauro, em 1999.

“Hoje a gente relembra o quanto Dauro Aragão foi importante para a história da FOA e o quanto deixou de legado para a construção do nosso futuro. Ele nos trouxe até aqui e deixou registrado em todos nós, em todas essas paredes, o olhar para ajudar o nosso semelhante. E nunca mediu esforço para ajudar quem quer que seja, não fazia distinção de qualquer pessoa. Sempre muito criativo, sempre muito alegre, não havia problema que o derrubasse. Dauro sempre contornava todas as situações e deixou para nós esse legado: de poder ajudar alguém sem qualquer interesse, apenas pelo interesse de ajudar quem quer que seja”, exclamou Eduardo Prado.

Gratidão

Antes do repertório preparado pela OSBM encantar a plateia, foi exibido um vídeo de recordações, em uma sequência de fotos de Dauro com familiares, amigos e em momentos marcantes de sua trajetória, sobretudo em relação à história FOA/UniFOA. Após esse momento, o presidente da instituição entregou as placas à família.

Dario Aragão, filho do ex-presidente, se emocionou com o evento, ao lado de sua irmã, Juliana Aragão, que também recebeu a homenagem, e ressaltou o que aprendeu com o pai: “Essa é uma noite de gratidão, esse sentimento que meu pai dizia que a gente precisava cultivar e utilizar sempre que possível, esse foi um grande ensinamento”.

Ele expressou ainda que “o presente que a gente ganha hoje, com esse evento tão carinhoso e inimaginável, bem ao estilo Dauro Aragão, é para todos nós. Mas você também deu um presente para ele, nesse evento, e em todos os dias nos quais você se dedica, se sacrifica, abdica da sua vida pessoal para fazer dessa Fundação cada vez melhor”, disse Dario, em agradecimento a Eduardo Prado.

“Nosso compromisso maior, de todos nós, é fazer com que essas gerações de profissionais que estamos formando saiam daqui para transformar a nossa sociedade para ser muito melhor e você vem fazendo isso como ninguém, eu sou testemunha disso. Por isso, a minha gratidão a você por ter instituído esse dia”, completou Dario Aragão.

Orquestra

“My Way”, de Frank Sinatra, foi a primeira música executada pela Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. Para quem conviveu com Dauro, a obra é uma marca característica que lembra o ex-presidente da FOA. A surpresa emocionou os presentes e marcou o início do concerto, sob regência do maestro Anderson Alves, que seguiu com o repertório escolhido, composto por Pixinguinha, José Ursicino da Silva, Tom Jobim, Luiz Gonzaga, Ivone Lara, Dominguinhos e Cartola.

A escolha para essa atração para marcar a data foi pela valorização artística e cultural que Dauro Aragão sempre cultivou. Ele sempre foi considerado um visionário da educação, apreciava as artes, gostava de uma boa conversa e praticava a responsabilidade social no seu dia a dia de maneira muito natural. Por isso, foi igualmente espontânea a iniciativa para instituir esse dia como oficial para reforçar o legado e compromisso da instituição voltado para esse olhar, do UniFOA +Social.

 

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996