domingo, 17 de outubro de 2021 - 09:43 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Força-tarefa dispersa novas aglomerações em Volta Redonda

Força-tarefa dispersa novas aglomerações em Volta Redonda

Matéria publicada em 21 de junho de 2021, 12:38 horas

 


Equipes atuaram preventivamente em mais de 20 bairros da cidade no último final de semana

Volta Redonda – A força-tarefa que fiscaliza as medidas restritivas durante a pandemia de Covid-19 em Volta Redonda atuou em mais de 20 bairros entre quinta-feira (17) e domingo (20). Os fiscais dispersaram aglomerações, fecharam um bar e orientaram o encerramento de festas. Foram fiscalizados 67 estabelecimentos comerciais, duas igrejas e duas festas particulares.

Na quinta-feira, dia 17, a força-tarefa visitou os bairros Dom Bosco, Sessenta, Retiro, Conforto, São Lucas, Volta Grande. Ao todo, 12 estabelecimentos foram fiscalizados.

Na sexta-feira, dia 18, foram 21 estabelecimentos comerciais fiscalizados nos bairros Casa de Pedra/Rodovia dos Metalúrgicos, Jardim Amália, São Geraldo, Vila Rica, Volta Grande, Retiro, Aterrado, Colina e Morada da Colina, onde houve também a dispersão de aglomeração de pessoas.

O balanço de sábado, dia 19, contou com a vistoria dos bairros: Vila Mury, Retiro, Aterrado, Vila Santa Cecília, Jardim Amália II, Água Limpa, Vila Americana, Monte Castelo, São Lucas e Colina. No total, 17 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados, além de atender a denúncias de duas igrejas, onde não foram encontradas irregularidades e duas festas particulares que foram orientadas ao encerramento. No bairro Jardim Amália II houve ainda dispersão de aglomeração na praça.

No domingo, dia 20, os bairros visitados foram: Santo Agostinho, Ilha Parque, Belmonte, Água Limpa, Três Poços, Minerlândia, Jardim Amália e Colina. Foram 17 estabelecimentos comerciais fiscalizados e uma igreja vistoriada. No bairro Minerlândia, um bar foi fechado por descumprir as medidas previstas nos decretos municipais.

De acordo com a diretora do Departamento de Fiscalização de Atividades Econômicas da Secretaria Municipal de Fazenda (SMF), Elisângela Almeida, além da ronda nos bairros, as equipes atenderam a denúncias. “Após as denúncias dessas festas em imóveis residenciais, eles prontamente atenderam a fiscalização encerrando as atividades mediante orientação das medidas restritivas do decreto municipal”, informou.

O comandante da Guarda Municipal, João Batista dos Reis, explicou que de sexta a domingo um efetivo da Guarda Municipal em parceria com a Polícia Militar fica baseado principalmente na Praça da Colina, para inibir a aglomeração e dispersar o público. “Os casos de descumprimento são em sua maioria jovens que precisam ser orientados a deixar o local a partir do horário definido em decreto. Além de controlar o acesso após as 21h, dispersamos as pessoas após meia-noite e permanecemos baseados até as 6h da manhã”, explicou o comandante, ressaltando que na maioria das vezes as pessoas respeitam as medidas.

Além de profissionais da GMVR e da SMF, a força-tarefa conta com equipes da Vigilância Sanitária e com o apoio da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Conjo Moro, ex-herói dos tolos.

    Tem que prender essa cambada de coxinhas bolsominions que se aglomeram de noite, mas de dia arrumam atestados falsos com uns medicuzinhos picaretas por aí, oara furar a fila da vacina. Esses idiotas deveriam ser obrigados a usar supositórios de cloroquina, conforme “receitou” o ‘mito’ que eles elegeram.

Untitled Document