quarta-feira, 13 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Homem encontrado em apartamento no Aterrado está internado no HSJB

Homem encontrado em apartamento no Aterrado está internado no HSJB

Matéria publicada em 29 de julho de 2019, 16:04 horas

 


Mário Tanaka, de 40 anos, está vivo e tinha quadro de desidratação severa

 

Apartamento está localizado na Avenida Oscar de Almeida Gama (Foto: Pollyanna Moura)

Volta Redonda- O homem que foi encontrado dentro de um apartamento na Avenida Oscar de Almeida Gama, no bairro Aterrado, na manhã desta segunda-feira (29), supostamente morto, encontra-se internado no Hospital São João Batista, em Volta Redonda. Ele foi identificado como Mário Tanaka e tem 40 anos.

Segundo a assessoria do HSJB, ele foi levado à unidade médica pelo Corpo de Bombeiros, apresentando um quadro de desidratação severa, palidez, higiene corporal prejudicada, além de tremores pelo corpo. Ainda de acordo com a assessoria, no momento da sua chegada ao hospital, Mário apresentava um quadro de sonolência, porém lúcido e orientado. A assessoria confirmou ao DIÁRIO DO VALE, que no momento, Mário Tanaka está medicado e internado; e que o serviço social está trabalhando em conjunto com os médicos para uma melhor avaliação sobre seu caso.

Mário foi encontrado na manhã desta segunda-feira, dentro de um apartamento, junto ao corpo de uma mulher de 70 anos, apresentando adiantado estado de decomposição. O corpo da idosa ainda está no apartamento, sob guarda da PM, e aguarda rabecão para ser levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Volta Redonda para passar por necropsia, para descobrirem a causa da sua morte, que ainda continua desconhecida pela polícia.

Outro caso

Um homem que ainda não teve a identidade revelada, morreu na tarde desta segunda-feira (29) dentro de um ônibus da Viação Agulhas Negras, em Volta Redonda. Segundo as primeiras informações da polícia civil, ele sofria de hipertensão e teve um mal súbito. O ônibus estava próximo ao supermercado Floresta, no bairro 207 e permaneceu no local até a remoção do corpo do homem para o Instituto Médico Legal de Três Poços para passar por necropsia.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Avatar

    po mano ,TRES dias e ainda não apareceu nenhum funcionario na redação .

  2. Avatar

    Só tem burro…

  3. Avatar

    Sr mario suhiman gente boa

  4. Avatar

    Ta todo mundo errado, bombeiro e SAMU….doe em quem doer mais tem q ver quem são os responsáveis,pois não podemos culpar a todos as instituições pelo erro de alguns,tanto o SAMU quando no bombeiros são instituições q merecem todo respeito…..

  5. Avatar

    Nada como provocar algumas respostas para saber mais detalhes, já que a noticiário não tem informação completa. Mas ainda tem dúvida, um confirma os bombeiros ou médico como responsáveis pela negligência o outra fala que foi a equipe do SAMU.
    Igual às notícias de ontem do morador de rua do Rio, que esfaqueou 3, mas teve outros 3 feridos à bala. Só hoje falaram com mais detalhes o que todo o mundo já tinha deduzido, os baleados sofreram com o “fogo amigo” dos despreparados. Imaginem quantos mais seriam feridos, ou até mortos, com a maior liberação de armas como o presidente quer e acha que seria a solução imediata.

  6. Avatar

    Policiais e bombeiros “comeram mosca” nesse caso e agora têm que rezar para o “morto-vivo” não acabar de morrer. Quanto tempo passou entre a chegada deles e o pedido de ajuda do perito para o socorro ao doente?

    • Avatar

      Roberto seu animal, a polícia só foi lá pra preservar o local, quem constata a morte é o bombeiro ou algum médico. Então não fale sobre o que vc não sabe.

    • Avatar

      A guarnição do corpo de bombeiros foi acionada para um evento de APOIO OPERACIONAL a equipe do Samu, evento esse que seria de arrombamento de uma residência para a verificação de comunicado de óbito de uma senhora portadora de transtorno mental. Chegando ao local, a guarnição utilizou dos meios necessários para abertura de acesso à equipe do SAMU. Desse modo, a constatação do óbito foi dada pela equipe do samu e não do corpo de bombeiros. VALE SALIENTAR QUE A EQUIPE DO CORPO DE BOMBEIROS QUE COMPARECEU AO LOCAL, FOI UMA EQUIPE OPERACIONAL COMPOSTA POR MILITARES COMBATENTES E NÃO DA ÁREA DE SAÚDE.

Untitled Document