>
segunda-feira, 15 de agosto de 2022 - 16:18 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Meio Ambiente de BM dá 48 horas para concessionária iniciar serviços de desobstrução de marginal da Via Dutra

Meio Ambiente de BM dá 48 horas para concessionária iniciar serviços de desobstrução de marginal da Via Dutra

Matéria publicada em 18 de abril de 2022, 18:43 horas

 


A medida foi tomada após realização de vistoria. Via de acesso a Vila Ursulino está interditada desde o dia 29 de março

A via está interditada desde o dia 29 de março devido a um deslizamento de terra ocorrido em função das chuvas -Foto: Chico de Assis (PMBM).

Barra Mansa- Agentes da Fiscalização Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realizaram na tarde desta segunda-feira, 18, vistoria na marginal da Rodovia Presidente Dutra, na altura do bairro Vila Ursulino. Após avaliação, emitiu notificação à concessionária concedendo o prazo de 48 horas para que os serviços de desobstrução sejam realizados. A via está interditada desde o dia 29 de março devido a um deslizamento de terra ocorrido em função das chuvas.

O secretário de Meio Ambiente, Vinícius Azevedo, lembrou que a Lei Municipal 3.049/98, em seu artigo 14, proíbe o depósito de qualquer espécie de detritos. “A remoção da terra, assim como, a obra de controle e estabilização da encosta é de responsabilidade da concessionária que explora a rodovia Presidente Dutra. A partir desta vistoria, vamos emitir uma notificação a empresa para que, em 48 horas, seja iniciada a desobstrução da pista”, esclareceu Azevedo.

O gerente de Fiscalização Ambiental, Felipe Rodrigues, acompanhou a ação e ressaltou os riscos de acidentes. “A terra continua descendo e não há nenhum tipo de trabalho de contenção sendo realizado no local. Se houver chuvas e um novo deslizamento, há a possibilidade de uma grande quantidade de terra  descer até o Rio Bananal. Outro perigo iminente, está relacionado a possibilidade de a terra invadir a pista sentido Rio de Janeiro e causar acidentes de trânsito que podem ter sérias consequências”, detalhou.

Caso a concessionária não realize os serviços no prazo previsto em lei, a Secretaria de Meio Ambiente aplicará as multas previstas no ordenamento jurídico municipal, com valor que pode chegar a até R$5 mil/dia.

Com o deslizamento da encosta, a concessionária interditou a pista de acesso a Vila Ursulino. A medida tem ocasionado grandes transtornos aos moradores do bairro, já devido ao aumento do percurso os ônibus constantemente não conseguem cumprir o itinerário no tempo previsto. Os motoristas de aplicativos também têm recusado sistematicamente a realização de corridas para o bairro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Kkkkk Barra Bansa sendo Barra Mansa, não manda nem no que é dela, Grupo CCR tá cagando pro DIGÃO

Untitled Document