sábado, 14 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Moradores de rua são presos por suspeita de furto no Laranjal

Moradores de rua são presos por suspeita de furto no Laranjal

Matéria publicada em 6 de novembro de 2019, 17:41 horas

 


Segundo o delegado, um deles estava usando tornozeleira eletrônica no momento da prisão

Delegado titular da 93ª DP explica a dinâmica da prisão (Foto: Paulo Dimas)

Volta Redonda – Dois homens foram presos por policiais militares do 28º BPM, nesta quarta-feira (06), no bairro Laranjal, por suspeita de furtarem peças de metais instalados em equipamentos de uma praça. Após a prisão, os suspeitos, que estavam numa bicicleta preta no momento do furto, foram encaminhados para a 93ª DP, e lá, foi constatado que eles são moradores de rua e um deles estava usando uma tornozeleira eletrônica.

Segundo o delegado titular, Wellington Vieira, há quinze dias, as forças de segurança da cidade se uniram para realizar uma operação, visando identificar moradores de rua envolvidos em crimes na cidade. Ele ressalta que, após a prisão da dupla, que não teve seus nomes revelados, foi constatado um histórico de roubo na ficha criminal dos suspeitos.

– Eles são moradores de rua. Há 15 dias, uma operação foi realizada na cidade e todos os moradores de rua que foram recolhidos, vieram para a DP. Houve gente que criticou. Fizemos isso, porque a gente queria saber como anda a situação de cada um, e também, cadastrá-los. E, futuramente, usarmos essas informações em nossas investigações. Hoje, esses dois moradores de rua foram presos furtando na cidade usando uma bicicleta. Os dois têm histórico com roubo e um deles estava usando uma tornozeleira – explicou.

O delegado explica que a dupla é a principal suspeita de ter realizado roubos na localidade e reforça que, de 60 peças furtadas até o momento, 05 foram encontradas com os suspeitos nesta quarta-feira.

– A tornozeleira é concedida para a pessoa que está presa e o juiz determina que ele ou ela, fique em liberdade, em determinado local. Com isso, a pessoa só pode circular nesse perímetro. Só pelo fato dele – um dos suspeitos – estar utilizando a tornozeleira e ter praticado outro crime, perdeu a tornozeleira e vai voltar para o sistema do regime fechado. Na praça, que é um chafariz, sabemos que ao todo, 60 peças foram roubadas e eles foram pegos com 05. Logicamente estavam furtando há bastante tempo. Agora a Polícia Civil vai atrás dos receptadores dessas peças – explicou.

O delegado ressalta que, quem foi vítima de roubo na cidade, deve comparecer na delegacia para reconhecer os suspeitos. Inclusive, moradores do bairro.

– Descobrimos, através da Guarda Municipal, que há vítimas dessa dupla – que utiliza uma bicicleta preta – há bastante tempo. Preciso que o fato seja divulgado pela imprensa para que a população tome conhecimento e entre em contato com a gente. Peço que procurem a delegacia com a maior brevidade para reconhecimento. Preciso que vítimas venham na DP – finalizou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Com toda certeza são frequentadores assíduos da Rodoviária.

  2. Avatar

    ao inves de gastar com tornozeleira…tinha que cancelar o cpf..muito melhor que tornozeleira

  3. Avatar

    Pelo menos agora ele vai poder fazer 3 refeições por dia, no mínimo.

  4. Avatar

    E se o assaltante usou uma bicicleta vermelha? Ou foi a pé? O mais eficaz seria postar a foto dos meliantes.

    Volta Redonda tá lotada de morador de rua.

Untitled Document