>
sábado, 20 de agosto de 2022 - 00:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Patrulha da Mulher de Barra Mansa socorre gestante agredida pelo companheiro

Patrulha da Mulher de Barra Mansa socorre gestante agredida pelo companheiro

Matéria publicada em 2 de julho de 2022, 12:27 horas

 


Guardas municipais encaminharam a vítima para o Hospital da Mulher e a auxiliaram a retornar para a casa da mãe. Agressor foi conduzido à delegacia

De acordo com a Guarda Municipal, a vítima não tinha medida protetiva contra o agressor, pois foi a primeira vez que ela resolveu denunciar -Foto: Divulgação PMVR.

Barra Mansa- Na noite de sexta-feira, dia 1°, a Patrulha da Mulher, da Guarda Municipal de Barra Mansa, atendeu a uma ocorrência, no bairro Jardim Central. Uma mulher de 27 anos, grávida de seis meses, procurou o Conselho Tutelar relatando as agressões verbais e físicas que havia sofrido do companheiro. Ela chegou a receber golpes de martelo na barriga por ele. Os conselheiros acionaram a Patrulha, que foi ao local. A vítima foi conduzida para o Hospital da Mulher e o homem, para a delegacia.

De acordo com a Guarda Municipal Andréa, que atendeu ao chamado junto com o guarda Galantini, inspetor Lemos, e subinspetor Amaral, a vítima não tinha medida protetiva contra o agressor, pois foi a primeira vez que ela resolveu denunciar. “O Conselho Tutelar solicitou nossa ajuda para possibilitar a obtenção dessa medida, pois ela não poderia ficar na resistência com ele. No momento que chegamos ao Conselho, onde o casal estava, seguimos com a vítima para atendimento médico e com o homem para a 90ª DP, em outra viatura. Com o agressor tinha ainda um bebê de 1 ano e 6 meses – filho dos dois, e um garoto de 7 anos – fruto de relacionamento anterior. Eles moravam juntos há cerca de 3 anos. Durante este período, ela nos relatou inúmeras agressões verbais que havia sofrido”, explicou a GMF Andréa.

Após atendimento no Hospital da Mulher, a gestante foi liberada. Ela já estava com passagens compradas, com data de domingo, dia 3, para a casa da mãe, que reside no estado de Minas Gerais. Na impossibilidade de conseguir a medida protetiva, o Creas (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) acompanhou a Patrulha da Mulher até a rodoviária e as passagens foram trocadas para o mesmo dia em que a ocorrência foi registrada – sexta-feira, dia 1°/07.

Os guardas municipais seguiram com a vítima para 90ª DP, onde a ocorrência foi registrada e o agressor já estava preso. Após os trâmites, a Patrulha da Mulher seguiu à residência da vítima para ela pegar os filhos, que estavam com a cunhada, e os pertences para seguir viagem.
“Os três foram embarcados com segurança na Rodoviária de Barra Mansa. Por ela ter optado em voltar para a casa da mãe, em outro estado, a Patrulha da Mulher não pode mais acompanhá-la, porém, todas as informações sobre o ocorrido foram repassadas ao Creas, que entrará em contato como órgão competente na localidade em que ela passa a residir para o total acompanhamento da situação”, concluiu a GMF Andréa.
Patrulha da Mulher
O atendimento acontece de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. O disque patrulha funciona por meio do telefone (24) 99931-8829. Aos fins de semana e feriados, as denúncias devem ser efetuadas diretamente na 90ª DP. Os serviços visam orientar as vítimas a adotar alguns procedimentos para pôr fim ao ciclo de violência.

Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document