quarta-feira, 27 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Volta Redonda intensifica fiscalização no comércio

Volta Redonda intensifica fiscalização no comércio

Matéria publicada em 16 de maio de 2020, 16:58 horas

 


Diversos estabelecimentos foram vistoriados pela força-tarefa que verifica o cumprimento das normas de combate ao novo coronavírus

Foto: Divulgação

Volta Redonda – A Prefeitura de Volta Redonda vem realizando diariamente fiscalizações nos estabelecimentos comerciais para averiguar o cumprimento das normas estabelecidas para a flexibilização das atividades. No município, a tolerância é zero para aglomerações e desrespeito às medidas de combate ao coronavírus. Na manhã deste sábado, dia 16, as equipes realizaram mais uma ação de fiscalização em diversos pontos comerciais nos bairros Aterrado, Centro, Vila Santa Cecília, Vila Mury, São João, Retiro e Jardim Amália, atendendo as denúncias da população sobre irregularidades.

“Para que haja um controle sobre a pandemia é de grande importância a força-tarefa que fiscaliza diariamente diversos pontos da cidade e, principalmente, atende as denúncias que a população realiza através do 156. Para manter a flexibilização do comércio e atender aos seis eixos de monitoramento estabelecidos, precisamos de um controle rígido e tolerância zero a qualquer irregularidade”, explicou o prefeito Samuca Silva.

Na fiscalização deste sábado, 15 estabelecimentos foram averiguados no cumprimento das normas que coíbem aglomeração, reforçam o uso de máscaras e higienização, além de abertura e fechamento. Na ocasião, três desses estabelecimentos foram interditados e três autuados. As ações são integradas entre a Guarda Municipal, Secretarias de Fazenda (SMF) e Segurança Pública (Sesp), Polícia Militar, Polícia Civil e Ministério Público. A Força-tarefa atende a denúncias da população por meio do telefone 156.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar

    E
    A fiscalização na realidade deveria partir da responsabilidade de cada um que precisa ir ao comércio.
    Levar álcool gel na bolsa, ter a mascara de proteção. Educação, educação acima de tudo.
    Quanto a fiscalização eles tem sido frequentes nas ruas pelo que vejo na mídia. Eu como idosa procuro me manter em casa fazendo a minha parte e os mais jovens podem ter espaço físico para andar a trabalho e atender a sociedade.

  2. Avatar

    Estava bem fiscalizado o comércio no centro, pois ontem andei na AV. Amaral Peixoto e vi, pelo menos, oito lojas com filas nas portas (filas entre 6 e 10 pessoas) e a maioria das pessoas estavam com máscaras! Só acho que o comércio devia abrir mais cedo e fechar mais cedo, pois à noite é mais difícil de fiscalizar!

    • Avatar

      Guto,

      tudo depende de como a população e os empresários se comportarão.

      O Ministério Público está ciente de como as coisas estão andando.

      Quanto ao horário, eles foram estabelecidos para diminuir o afluxo de pessoas nas ruas.

      Ajustes virão.

      Essa semana foi para verificar como estão as aglomerações e cuidados.

      Próximo passo, semana que vem, abertura do shoppings.

      Aos poucos, com todo o cuidado possível, serão retomadas as atividades, com todos os cuidados necessários, e voltando ao horário normal com segurança.

  3. Avatar
    Adalberto Messias

    Eu vejo pelos comentários o quanto o povo é ignorante.

    Vanglorizam bandidos e atacam heróis.

    Mais um com síndrome de Sikera, que critica critica critica até pegar.

    Aí ver a coisa preta e com medo da morte, se converte a ciência, a racionalidade.

    Volta Redonda deve estar cheia de gente assim.

    Espero que continuem assim, e levem para casa essa conversão para os de sua família.

  4. Avatar

    Paaaapoooooo furaaaaadooooo !!!

  5. Avatar

    Parabéns Prefeito.
    Fiscalização na rua, e multa neles.

    Só nao vi ainda alguém preso por descumprir a quarentena.

    Dá vim pulinho lá no Depósito Zero Hora no Santa Cruz.

    A gente não aguenta mais tanto desrespeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document