>
quinta-feira, 26 de maio de 2022 - 15:34 h

TEMPO REAL

 

Capa / Pergunte ao candidato / ‘Pergunte ao Candidato’: Nelson Gonçalves (PSD) responde internautas

‘Pergunte ao Candidato’: Nelson Gonçalves (PSD) responde internautas

Matéria publicada em 27 de setembro de 2016, 12:00 horas

 


dsc00325

Foto: Sônia Paes

Volta Redonda- Na disputa pela prefeitura de Volta Redonda, Nelson Gonçalves (PSD) participou na manhã desta terça-feira (27) do “Pergunte ao Candidato” na redação do DIÁRIO DO VALE. Nelson respondeu aos questionamentos dos internautas que foram enviados antecipadamente.

Confira a entrevista que foi transmitida ao vivo pelo Facebook.

Nesta quarta-feira (28),  é a vez do candidato Luiz Henrique Lemos (PSL), candidato a prefeito em Itatiaia. As perguntas devem ser enviadas antes da entrevista por inbox http://m.me/diariodovale. Confira as regras para participar e acompanhe o cronograma de entrevistas: goo.gl/gwfkW9.

Abaixo, a íntegra da entrevista de Nelson Gonçalves

Internauta – Candidato Nelson, o que o senhor planeja fazer pelos moradores do Roma I e II?

Nelson Gonçalves – Primeiro, nós vamos regularizar os títulos de posses dos moradores do bairro do Roma. Outra reivindicação importante dos moradores é na questão da Educação. Vamos colocar creche em horário integral, vamos colocar também o ensino fundamental em horário integral, neste outro período com reforço escolar, com parte cultural, lazer, esporte, atendendo a nossa juventude. E lutar com o Governo do Estado para colocar um ensino médio. E vamos olhar também, com muito carinho, a questão do transporte naquela região e também da Saúde. Nós vamos implantar um sistema para atender aquela população 24 horas.

Internauta – A mobilidade urbana tem sido discutida por todos os candidatos, mas o que não pode ser deixado de lado é o preço da passagem. Minha pergunta para o Nelson Gonçalves é se ele vai tomar medidas para reduzir a passagem e fazer com que o preço seja compatível com o trajeto.

Nelson Gonçalves – Nós, assim que tomarmos posse em janeiro de 2017, nós vamos fazer um programa para fazer uma revisão na planilha do transporte público em Volta Redonda, e vamos promover também uma fiscalização intensa para garantir a segurança e o conforto do usuário. E uma fiscalização no horário noturno também. Nós temos informações de que os ônibus não estão cumprindo o que deveriam fazer durante o período da noite também. Então, a nossa fiscalização vai atuar de dia e de noite para poder garantir uma melhoria do transporte para nossa população. Nós vamos rever a planilha.

Internauta – Nelson, o que tem no seu plano de governo para a segurança? A gente está saindo de casa com medo de assalto e os bairros não estão recebendo patrulha como deveria.

Nelson Gonçalves – Primeiro, nós vamos aumentar o sistema de monitoramento de câmeras. Vamos investir também na questão de iluminação pública e fazer concurso, aumentando o número de guardas municipais e cobrar do Estado, através de convênios, um funcionamento mais efetivo das cabines, que hoje já existem em Volta Redonda. Onde for preciso, vamos colocar mais. Então, basicamente, é esse o plano que nós temos para Segurança. É lógico, atuando junto com o Governo do Estado em todas as situações possíveis de fazer convênio para melhorar cada vez mais a segurança na cidade. Vamos lutar com o governo para aumentar o efetivo da nossa polícia, a estrutura da nossa polícia, então isso nós vamos fazer durante o nosso governo.

Internauta – O que será feito pelo candidato Nelson, se for eleito, para gerar empregos na cidade? Aqui antes era onde todo mundo vinha trabalhar e agora são os de Volta Redonda que têm que sair.

Nelson Gonçalves – É uma preocupação muito grande do meu governo. Eu quero ser reconhecido como o governo do emprego. Nós vamos atuar firmemente em programas para gerar emprego em Volta Redonda. A primeira coisa que nós vamos fazer é um diálogo com a Companhia Siderúrgica Nacional, que é a grande geradora de emprego de Volta Redonda. Esse diálogo precisa ser restabelecido. E, através desse diálogo, nós vamos tentar trazer, através de incentivos, empresas, criar o cinturão de fornecedores da Companhia Siderúrgica Nacional, criar um cinturão do aço, onde empresas que precisam da matéria prima, como o aço, possam se instalar aqui em Volta Redonda e gerar emprego para a nossa população. Há muito tempo Volta Redonda não recebe uma empresa média, um programa de desenvolvimento econômico para gerar emprego. Isso vai ser uma prioridade no meu governo. Nós temos milhares de pessoas desempregadas, algumas até passando fome, famílias passando fome, e nós vamos cuidar desse desempregado, vamos atender esse desempregado com um programa muito efetivo de geração de emprego.

Internauta – Em Volta Redonda temos a secretaria voltada para as mulheres, mas o trabalho de assistência a nós precisa ser cada vez mais ampliado. O que de concreto tem no seu plano governo de políticas públicas para as mulheres?

Nelson Gonçalves – Ao falar de políticas públicas para as mulheres nós temos que atender com todo carinho, todo respeito às mulheres da nossa cidade. Nós vamos aumentar o número de creches em horário integral, vamos fortalecer o Conselho Municipal das Mulheres, estabelecendo um diálogo. Nós sabemos que os conselhos de Volta Redonda são entidades importantes para fazer um diagnóstico da situação e poder estar ajudando o prefeito a governar. Nós vamos fortalecer com parte técnica, equipamentos todos os conselhos da nossa cidade. Vamos melhorar a questão da saúde, investir na saúde da mulher, vamos fazer programa de qualificação profissional, atendendo também, especificamente, as mulheres de Volta Redonda. Essa é uma prioridade que nós vamos ter dentro do nosso governo também: o atendimento a mulher na nossa cidade.

Internauta – Quero saber do candidato Nelson se ele está disposto a ter diálogo aberto sobre os eventos culturais dos jovens. Uma Secretaria de Cultura não pode estipular o que é ou não atrativo, tem que ouvir os interessados, como é o caso da Roda de Rima.

Nelson Gonçalves – Vai ser uma característica do nosso governo ser independente e um governo do diálogo. Independente para poder escolher o nosso secretariado, com pessoas competentes para poder estar governando Volta Redonda em um momento difícil em que os municípios estão passando. E, o diálogo, com todos os setores da sociedade e com a parte de cultura e esporte não será diferente. Nós vamos estar dialogando com todos os setores, com vários grupos de cultura. Volta Redonda hoje tem espaços, ginásios, espaços importantes nos bairros. Temos ginásios, praças e nós queremos discutir com cada bairro a característica de cultura de esporte daquele bairro. E aí nós vamos dar todo esse apoio estabelecer toda uma estrutura, para poder atender vários grupos relacionados com a Cultura de Volta Redonda e também na área de Esporte. Volta Redonda é conhecida nacionalmente como a cidade da melhor idade, da terceira idade. É um programa fantástico, um programa que nós vamos continuar, de referência nacional, que melhorou a qualidade de vida da população da terceira idade, aumentou a expectativa de vida da nossa população e vamos continuar. E nós queremos que no final do nosso governo, Volta Redonda seja reconhecida como a cidade da terceira idade e a cidade da juventude e do adolescente. Então, podem estar certos de que nessa parte, atendendo principalmente a juventude e na parte cultural, toda a população, através do diálogo, vamos estabelecer programas para esta área.

Internauta – Volta Redonda sofre com problemas ambientais que levam muitas pessoas para os hospitais. Como o senhor pretende atuar nesse caso que é pelo meio ambiente e saúde pública?

Nelson Gonçalves – Primeiro, nós temos que reestruturar toda a Secretaria de Meio Ambiente. Colocar uma Secretaria de Meio Ambiente em Volta Redonda realmente atuante. E, dentro da secretaria, nós vamos criar o monitoramento do ar, do solo e de água também, para poder ver o índice de poluição que nós estamos passando e aí sim a secretaria atuar de acordo com as necessidades. E na questão da Saúde, nós precisamos de um atendimento melhor. Estamos vendo pessoas com necessidade de marcar uma consulta demorando um tempo muito grande para marcação de consulta, marcar um exame, uma cirurgia. Então, nós vamos melhorar esse atendimento. A nossa proposta é também melhorar o atendimento do poder público a nossa população e a saúde também será uma prioridade. E, na questão do Meio Ambiente, o primeiro passo é reestruturar a secretaria e nós vamos fazer isso para poder dar condições de estar cobrando, de elaborar projetos, e praticar projetos que atuem nessa área com competência e Volta Redonda precisa muito disso para qualificar cada vez mais os nossos trabalhadores e terem condições de elaborar esses projetos e fiscalizar também.

Internauta – O que poderia ser feito para que o prédio do Escritório Central fosse utilizado para a população? Um governo tem autonomia para botar ele para funcionar?

Nelson Gonçalves – Novamente vem a questão de restabelecer o diálogo com a Companhia Siderúrgica Nacional, não só com a empresa, mas com todos os movimentos sociais, conselhos, associações de moradores. Um prefeito tem que estar ao lado da população e é dessa forma que nós vamos governar. Queremos governar nos bairros, levar todo o nosso secretariado nos bairros para poder exercer nosso mandato dessa forma. E, na questão do Escritório Central, no coração da nossa cidade, um espaço daquele abandonado, sem dúvida, com um diálogo com a CSN nós podemos instalar ali um polo tecnológico, gerando emprego, podemos colocar uma universidade pública, atendendo a nossa juventude. Enfim, o primeiro passo é restabelecer o diálogo e tentar com a Companhia Siderúrgica Nacional ter uma finalidade ao Escritório Central para atender a nossa população. E isso aí, sem dúvida, conseguindo colocar aquele espaço em funcionamento, vai gerar muito emprego e gerar renda também.

Internauta – Teoricamente, está no plano de governo de todos a aplicação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários. Mas o que será feito logo de início pelo funcionário público no seu governo, Nelson?

Nelson Gonçalves – Há mais ou menos um mês, eu tive uma reunião com o Sindicato dos Funcionários Públicos e assumi um compromisso de no primeiro mês de governo nós vamos nos reunir novamente para fazer um levantamento da situação financeira da prefeitura e com muita transparência, vamos sentar novamente com o sindicato para estabelecer um programa de recuperação salarial para o funcionário público. Não só no Plano de Cargos e Salários, mas em outras situações em que o funcionário perdeu por todos esses anos. Vamos estabelecer com transparência, dentro do nosso orçamento, e com a participação do sindicato, representando o funcionário público nessa decisão, de acordo com o nosso orçamento. Mas o funcionário público pode ter uma certeza, que é até tradição da nossa família, meu pai governou Volta Redonda duas vezes e sempre teve o funcionário ao lado, sempre valorizou o funcionário, o funcionário sempre ajudou muito o governo do meu pai e é dessa forma eu entendo o governo: para ter sucesso, tem que ter o apoio do funcionário público. Tem que ter um funcionário qualificado, motivado e valorizado. Então, podem ter certeza, no meu governo nós vamos ter uma política de valorização do funcionário público, na questão salarial e na questão também das condições de trabalho. Nós temos alguns setores da prefeitura que precisamos rever a condição de trabalho dessas pessoas, é muito precária. Então, essa atuação será feita em conjunto com o Sindicato dos Funcionários Públicos.

Internauta – O senhor tem algum projeto para as pessoas em situação de rua?

Nelson Gonçalves – É uma prioridade que nós temos que ter também no nosso governo. Acolhendo essas pessoas, na questão de saúde, na questão social, e qualificação profissional para poder botar no mercado de trabalho. Então, no nosso governo, nós vamos ter uma atenção muito especial com essas pessoas em situação de rua para poder atender em todos os setores: saúde, educação, a parte social, e na qualificação profissional também.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

12 comentários

  1. É preciso ter mesmo distensão (ausência de tensão) nas relações entre a prefeitura e a CSN. Pois elas são como irmã siamesas. Se uma morre, a outro ou morre ou é ferida gravemente de morte. Mas distensão não significa falta de firmeza na cobrança de obrigações e na aplicação de sanções se essas forem necessárias. De resto, as “incelências” são mais ou menos iguais no discurso durante as eleições. Algumas mais histriônicas, outras mais (ou muito) irresponsáveis em suas promessas de campanha, e no fundo, todas elas se esquecem de atender aos anseios e necessidades da população.

  2. Com esse vice dele não vai ganhar nada

    • Infelizmente ele não soube escolher seu vice… e vai pagar caro por isso.
      Eu só não voto nele por causa desse vice.

    • Que bom que aprenderam com a m***a que os petista fizeram.

      Os petistas é que não sabiam que votando na Dilma estavam votando no vice Temer.

  3. Vamos dialogar com a CSN…
    Vamos criar uma secretaria de Meio Ambiente atuante…monitorar o ar e…
    “Um prefeito tem que estar ao lado da população…”

    Como estar do lado do povo se vai dialogar com a CSN??

    Sinto muito. O candidato está blefando.

  4. O cara já está no sexto mandato de dep. estadual, e fez pouco pra VR. Muito fraco. A irmã dele é secretária de educação do NETO, já viu a independencia, tudo farinha do mesmo saco.
    Volta Redonda precisa de SAMUCA, ele tem projeto, ficha limpa, vote no 43.

  5. E o melhor programa de Governo. Eu Vou de Nelson.

  6. Eu voto e nelson

  7. VOLTA REDONDA MERECE O GOVERNO DE NELSON, FICHA LIMPA!!

Untitled Document
close