quarta-feira, 23 de junho de 2021 - 06:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / ETE Barbará tem dez bombas furtadas

ETE Barbará tem dez bombas furtadas

Matéria publicada em 3 de janeiro de 2017, 21:56 horas

 


Equipamentos são de portes diversos e valor chega a R$ 4 milhões; registro foi feito nos últimos dias de dezembro

Situação difícil: Prefeitura de Barra Mansa tem salários atrasados e problemas com fornecedores, diz Rodrigo Drable (Foto: Paulo Dimas)

Situação difícil: Prefeitura de Barra Mansa tem salários atrasados e problemas com fornecedores, diz Rodrigo Drable
(Foto: Paulo Dimas)

Barra Mansa – Dez bombas compradas para serem instaladas na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Barbará foram furtadas, segundo informação dada pelo prefeito Rodrigo Drable durante entrevista coletiva na tarde desta terça (3). Rodrigo disse que os equipamentos, avaliados em aproximadamente R$ 4 milhões, foram comprados antes que a estrutura onde eles deveriam ser instalados ficasse pronta. Poucos dias antes do fim do governo passado, segundo o prefeito, foi feito um boletim de ocorrência para denunciar o furto das bombas.
— Ainda não sabemos o que aconteceu com essas bombas — disse o prefeito.
Ainda de acordo com Rodrigo, há problemas para a conclusão das obras das três estações de tratamento que deveriam ser capazes, depois de concluídas, de tratar quase todo o esgoto produzido na área urbana de Barra Mansa, o que permitiria que a cidade devolvesse ao Rio Paraíba do Sul uma água de melhor qualidade.
— A ETE Barbará começou a ser construída, mas erros na prestação de contas colocaram em risco os repasses de recursos do Fecam. Felizmente, conseguimos dialogar e vamos manter os convênios. As ETEs dos bairros Saudade e Ano Bom já têm recursos destinados, mas os trabalhos também estão parados por falta de prestação de contas — prosseguiu Rodrigo.
O presidente da Câmara Municipal, Marcelo Borges (PDT), que participou da entrevista junto com Rodrigo, afirmou ter provas de que equipamentos eram pagos sem terem sido entregues, e serviços eram pagos sem que tivessem sido realizados. Essas provas, segundo Marcelo, foram entregues ao Ministério Público.

Salários em atraso e atendimento na saúde são prioridades

Rodrigo afirmou, durante a entrevista, que a prioridade imediata de sua administração é colocar em dia os salários do funcionalismo. De acordo com ele, o décimo-terceiro da administração direta e dos servidores da Saúde e da Educação será pago nesta quarta (4). Concluir o pagamento dos salários de dezembro também é prioridade para o prefeito.
— Regularizar o pagamento do funcionalismo é nossa prioridade zero. Não faremos mais nada antes de conseguirmos isso e também antes de fazermos com que a Saúde do município volte a funcionar. No momento, temos uma UPA funcionando precariamente e outra parada, e há problemas de diversos tipos na rede de atenção básica, os postinhos. Vamos buscar a regularização do atendimento — declarou o prefeito.
Para que isso seja possível, Rodrigo pretende focar na parceria com a Santa Casa e vai buscar alternativas para o modelo das OS, que, segundo ele, não funcionou adequadamente.
— Uma das OS afirma que a prefeitura tem uma dívida com ela de R$ 51 milhões, mas não há uma prestação de contas clara que justifique isso. Temos um imbróglio jurídico para administrar, neste particular — afirmou.

Cortes de despesas

Rodrigo afirmou que uma das primeiras medidas que vai tomar para reduzir as despesas da prefeitura será devolver vários dos imóveis alugados pela cidade. Com isso, ele estima uma economia de R$ 200 mil por mês.
Além disso, o prefeito vai cancelar uma série de benefícios que, segundo ele, teriam sido concedidos irregularmente a servidores nos últimos dias do governo anterior, como a integração de gratificações a salários.

Energia

O prefeito disse ainda que cerca de 30% das lâmpadas da iluminação pública estão queimadas e a empresa contratada para fazer o serviço de manutenção não recebe há meses. Além disso, a administração já teria recebido um aviso sobre a possibilidade de corte no fornecimento de energia, já que duas renegociações feitas anteriormente não teriam sido cumpridas.

 

Por Paulo Moreira


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

33 comentários

  1. Ué! O atual prefeito não era vereador na gestão passada? E ele não fiscalizou tudo isso aí! Agora é fácil dizer que a culpa é do outro, mas ele não fez a parte dele…… Assim é fácil!.. A desculpa do incompetente é colocar a culpa nos outros.

  2. VERGONHA ESSA ANTIGA ADMINISTRAÇÃO, FAZENDO UMA ATITUDE DESSA PENSAM ENGANAR A QUEM ?

  3. Eu quero saber o quê o MP tem a dizer.

    Mesmo não sendo de BM vou cobrar, porque se esperar os roceiros da cidade que estão preocupados com as vielas onde passarão seus bois, isso cairá no esquecimento.

  4. O ex prefeito , seu irmão e suas dignissimas esposas , segundo eles proprios diziam ,são funcionarios publicos. Será que o atual prefeito vai colocá-los para trabalhar nas suas funções pelas quais prestaram concurso se é que prestaram mesmo… ou vai deixá-los encostados em algum canto mas recebendo sem trabalhar ??!! O funcionalismo merece respeito pelo menos. Estamos de olho!!

  5. ta com cara que pagaram e nao levaram. Nem perto de bm essas bombas devem ter chegado .

  6. Baianinho, Furlane, Marcelo Cabeleiro, Mamede…Onde está a mudança?

  7. Será que essas bombas chegaram mesmo ao local?? Ou só as notas fiscais que chegaram? Muito oportuno o “furto ” e o registro de ocorrência, no final do mandato do antigo prefeito. É uma boa forma de justificar a falta de algo, porem, com uma boa investigação, dá para descobrir o que realmente foi furtado, às bombas ou o dinheiro dos cofres públicos. Não deve ser fácil furtar esses tipos de bombas, não dá para levar debaixo do braço. Mas as notas fiscais sim. Com a palavra o MP.

  8. Mais um misterio pra RD desvendar !!!!!!

  9. A história esta muito confusa, isso é um caso p/ policia. Se essas bombas foram compradas e pagas e também chegaram alguém as recebeu, também pessoas as viram em alum lugar, isto precisa ser apurado outra hipótese é aquela que todos conhecem diz que compra paga e ninguém recebe e muito menos viu, mais o dinheiro saiu. Lembram do caso dos remédios, c/nota fiscal de +- 150 mil e MP só encontro 25 mil a coisa funciona assim. O vereador Marcelo Borges diz na reportagem que tem provas que equipamentos eram pagos mais não eram entregues, seria este o caso das bombas entre tantos outros.

  10. Barra Mansa sempre inovando. Lugar esquisito…

  11. O quê esperar de um partido que tem vermelho na bandeira? PT, PC do B, PMDB, PP; foge à regra o PSDB que é azul. rsrsr

  12. Lembram das vigas da perimetral ?
    Então…

  13. BASTA MINISTERIO PUBLICO QUERER APURAR, QUALQUER PESSOA SERIA CAPAZ SABER O DESTINO.

  14. O quê o prefeito que é ex-vereador estava fazendo na Câmara de Vereadores que não viu isso?

    Claro, ele NÃO CONHECE a Administração Pública e NÃO ENTENDE de Gestão Pública, né?!

    O que dizem os eleitores do PMDB e partidos ALIADOS???

  15. Deve estar junto com as vigas da perimetral .

  16. Ninguém desparece com 10 bombas avaliadas em R$ 4 mi. sem que ninguém (ou câmeras, se existirem no local) visse nada. Com já disseram, são bombas de médio a grande porte que não se aplica em qualquer lugar, que não se remove sem auxílio de caminhões, guindastes, talhas, pontes rolantes, o que seja. Estorinha esquisita, viu.

  17. se tem pessoa que sabe que os equipamentos foram pagos sem ser entregues, é so ver quem comprou, quem pagou para fazer eles devolver o dinheiro, isto é muito simples de fazer, como como tudo tem as burocracias, para encobertar os roubos e rombos, isto como sempre vai dar em PIZZA. e vai sobrar para o povão pagar como sempre.

    • Burocracia é muito importante. São regras rígidas a serem cumpridas. Sem a burocracia os roubos seriam incalculáveis.

      O problema da burocracia é de gente que está a frente NÃO CONHECER a Administração Pública e NÃO ENTENDER de Gestão Pública, ou de servidores públicos PREGUIÇOSOS.

      Colocam qualquer sujeito no lugar , dá nisso.

    • Caro Vai Vendo, infelizmente, a burocracia no Brasil, é feita para facilitar o desvio de dinheiro público e dificultar a apuração dos desvios de condutas. Um pais muito burocratizado, é um pais corrupto na essência.

    • Num país onde se vê muitos desonestos a coleira precisa ser apertada e a viseira bem ajustada e fechada.

      Mesmo colocando os pilantras andando nos trilhos acontece coisas do arco da velha. eles conseguem desviar do caminho.

  18. O dever de um vereador é fiscalizar as contas públicas me diz onde o senhor e esse Marcelo Cabeleireiro estavam quando essas bombas foram compradas? Estou sabendo que prometeu vários Cargos Comissionados para “amigos” caso fosse eleito, enquanto isso salários atrasados de servidores e hospitais fechados. Tem uma amiga minha que recebeu a promessa de um cargo, se isso acontecer denuncio ao Ministério Público, já que o Último Concurso até agora está suspenso.

  19. Para as bombas terem esse custo, são de grande porte. Não é qualquer um que pode receptar. Investigar.

  20. Mas já, com 2 dias apenas descobriram 4 milhões ? Imaginem o que virá com o tempo ! Quanta safadeza !!

  21. Num cenário de crise igual a esse, os dias do novo prefeito de Barra Mansa serão assim, ou seja, cheios de problemas antigos para administrar. E pior, problemas que tomarão tempo e não permitirão a cidade avançar, pois não há recursos do Estado e do Governo Federal – ambos estão praticamente falidos.

  22. Administração Antiga

  23. Mudar pra ser feliz! :)

    Essas bombas (mudaram para ser felizes).

  24. Prefeito, a cidade precisa urgente de um hospital municipal de grande porte.

Untitled Document