>
segunda-feira, 4 de julho de 2022 - 09:12 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Projeto da Cedae representa o Brasil em premiação de sustentabilidade

Projeto da Cedae representa o Brasil em premiação de sustentabilidade

Matéria publicada em 23 de abril de 2022, 11:57 horas

 


A Companhia é a única instituição brasileira indicada na premiação, que acontece entre os dias 20 e 24 de abril, em Miami, nos Estados Unidos – Foto: Leonardo Ripamonti/Projeto Cedae.

Rio- A Cedae vai marcar presença no Premios Verdes, maior evento de sustentabilidade das Américas, com o projeto “Reciclagem Florestal do Lodo de Esgoto”, desenvolvido pelo programa socioambiental Replantando Vida. A iniciativa finalista é baseada na utilização do resíduo gerado durante o processo de tratamento de esgotos como substrato para a produção de mudas nativas da Mata Atlântica, usadas em plantios de restauração florestal em todo Estado do Rio de Janeiro. A Companhia é a única instituição brasileira indicada na premiação, que acontece entre os dias 20 e 24 de abril, em Miami, nos Estados Unidos.  A cerimônia de premiação será no domingo (24), às 19h (20h no horário de Brasília), na casa de concertos Knight Concert Hall e com transmissão ao vivo pela página oficial do Premios Verdes no Facebook (https://www.facebook.com/PremiosVerdes).

O Premios Verdes, feito em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), contou com mais de 2.500 inscrições após chamada aberta em outubro de 2021. Deste total, as 500 melhores iniciativas foram escolhidas. Também foram selecionados três finalistas de cada uma das oito categorias e 19 subcategorias – todas inspiradas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS 2030, definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O projeto “Reciclagem Florestal do Lodo de Esgoto” concorre na categoria “Resíduos”, que reúne soluções voltadas para tratamento consciente de todos os tipos de resíduos. A Cedae é finalista junto com os trabalhos “Botellas de amor”, da Colômbia, que coleta e transforma restos de plásticos em mobiliário urbano para obras sociais, e o “Reviste”, do Chile, que recicla madeira da construção civil para confecção de revestimentos sustentáveis. Para definir a composição do seleto grupo, um comitê técnico de 280 especialistas internacionais avaliou cada proposta com base em cinco critérios: sustentabilidade social, ambiental e financeira, proposta de inovação e aplicabilidade do case.

– Nossa iniciativa se destaca pelo comprometimento com diversas práticas alinhadas à agenda ESG (ambiental, social e governança). Além da questão ambiental, o projeto envolve fatores sociais, dando oportunidade de trabalho para os apenados que integram o programa; e econômicos, com a redução de custos com a disposição do lodo em aterros sanitários e a compra de fertilizantes comerciais. A Cedae trabalha para deixar um legado de sustentabilidade ao Rio de Janeiro e conta com o Replantando Vida para alcançar marcas importantes nas pautas socioambientais – destacou o diretor-presidente da Cedae, Leonardo Soares.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Na verdade a CEDAE só não funciona no tratamento e distribuição de água e esgotamento sanitário. No papel é uma excelente empresa.

Untitled Document