domingo, 17 de outubro de 2021 - 18:46 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Jorginho revela que Vasco ainda procura por atacante

Jorginho revela que Vasco ainda procura por atacante

Matéria publicada em 7 de janeiro de 2016, 19:51 horas

 


Com manutenção de praticamente todo o elenco, treinador sente falta aoenas de um camisa 9 autêntico

Buscando: Técnico quer um camisa 9 com estilo goleador para 2016 (Foto: Arquivo)

Buscando: Técnico quer um camisa 9 com estilo goleador para 2016 (Foto: Arquivo)

Rio – O Vasco retornou aos trabalhos para começar sua pré-temporada, e em entrevista coletiva, o treinador Jorginho contou sobre as expectativas do clube em 2016. Preocupado em manter a base do ano anterior para a época atual, o técnico revelou que jogadores do elenco Cruzmaltino chegaram a ser sondados, mesmo com o time amargando o rebaixamento.

– É mais do que normal que aconteça a busca de nossos jogadores de qualidade. Tivemos jogadores procurados. Estamos caminhando para manter a base do ano passado e isso é importante. Está sendo cumprido – declarou.

O nome mais assediado foi o de Nenê, que chegou ao time carioca no meio do Campeonato Brasileiro do ano passado e foi o grande responsável pela reação vascaína na tabela. Apesar dos rumores, Jorginho comemora que até o momento, pode contar com os serviços do veterano meia-atacante.

– Conversei com o Nenê e falei da importância da permanência dele aqui. É muito bom poder contar com ele. É bom ele entender o que representa para o Vasco da Gama e para o futebol brasileiro. Até onde sei, há um acordo de cavalheiros para que saia somente para o exterior. Temos que estar atentos – pontuou.

Ainda há, entretanto, a necessidade de contratar um centroavante. Jorginho já chegou a recomendar nomes para a diretoria, mas o momento financeiro do Vasco impediu que propostas fossem feitas.

– Temos alguns atletas no plantel e precisamos desse nome de área. Buscamos dentro dos padrões financeiros para o ano. Passei para diretoria alguns nomes de atacantes, temos analistas de desempenho, mas esbarramos nas questões financeiras – concluiu.

Vasco classificado

O Vasco conseguiu a classificação para a próxima fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior ao vencer por 3 a 2 o Nacional-SP, nesta quinta-feira, em São Paulo. Com o resultado, os cruzmaltinos chegaram a cinco pontos e terminaram na liderança do grupo 27.

O São Raimundo-RR, com a mesma pontuação dos cariocas, mas atrás nos critérios de desempate, ficou com a segunda vaga. Nacional e Guaicurus-MS acabaram eliminados. Na próxima fase, os vascaínos terão pela frente o América-MG, segundo colocado do grupo 28. Já o Raimundo vai encarar a Juventus-SP.

O Vasco tentou impor uma pressão no início da partida, mas foi surpreendido logo com três minutos. Em contra-ataque rápido, Bruno Carioca lançou Fábio. O atacante finalizou sem chance para o goleiro cruzmaltino para abrir o placar.

O revés fez os cariocas partirem em busca do empate com mais intensidade. O Vasco conseguiu chegar ao gol aos 15 minutos. Hugo Borges aproveitou falta cobrada na área para cabecear para a rede paulista.
Depois da igualdade, os cruzmaltinos seguiram melhores em campo. No entanto, aos cariocas desperdiçaram algumas boas chances de virar o placar. O Nacional, nos contra-ataques, conseguia ser perigoso e assustava em alguns lances. Com isso, o duelo permaneceu empatado até o intervalo.

No segundo tempo, o Vasco voltou com mais vontade e pressionou o Nacional desde os primeiros minutos. Depois de perder algumas chances, os cruzmaltinos chegaram ao segundo gol aos 11 minutos. Após cruzamento rasteiro, Hugo Borges escorou, a bola passou por debaixo do goleiro paulista e entrou mansamente.

Após revés, o Nacional foi obrigado a ir para o ataque para buscar o resultado. No entanto, o Vasco teve espaço para avançar e chegou ao terceiro gol aos 17 minutos. Em contra-ataque rápido, Bruno Cosendey pegou bola rebatida na área e só teve o trabalho de colocar para a rede.

O terceiro gol carioca foi sentido pelo Nacional, que mostrou abatimento em campo. Com isso, o Vasco passou a dominar a partida e controlar a posse de bola para não correr riscos. O panorama do confronto permaneceu o mesmo até os acréscimos, quando os paulistas fizeram o segundo gol com Bruno, em cobrança de pênalti, para dar números finais ao jogo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document