>
segunda-feira, 4 de julho de 2022 - 09:33 h

TEMPO REAL

 

Capa / manchete2 / Albertassi assume presidência da CPI da Petrobrás na Alerj

Albertassi assume presidência da CPI da Petrobrás na Alerj

Matéria publicada em 18 de março de 2015, 21:49 horas

 


Deputado destaca que comissão não terá a corrupção como foco, mas sim a questão econômica

Investigação: Albertassi destaca que CPI irá analisar as perdas financeiras que o Estado sofreu   (Foto: Iara Pinheiro/Alerj)

Investigação: Albertassi destaca que CPI irá analisar as perdas financeiras que o Estado sofreu
(Foto: Iara Pinheiro/Alerj)

Rio
O deputado estadual Edson Albertassi (PMDB) assumiu na manhã de hoje a presidência da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). A comissão irá investigar as perdas econômicas e sociais que o Estado do Rio sofreu nos últimos dez anos por influência da má gestão da estatal. Segundo Albertassi, ao contrário da CPI da Câmara dos Deputados, o grupo da Alerj não terá a corrupção como foco, pois “isso é função do Congresso Nacional”.
– Esse aspecto já está sendo investigado em Brasília, além de não termos poder constitucional para tal. Vamos analisar as perdas financeiras que o estado sofreu, sem esquecer as questões ambientais e trabalhistas. Vamos lidar com a prospecção futura da economia do Rio, com base na série de documentos e notícias a serem analisados – pontuou Albertassi.
O parlamentar também anunciou que ofícios serão entregues às secretarias de Estado de Fazenda, Desenvolvimento Econômico, Ambiente e Trabalho, além da própria Petrobras, da Agência Nacional do Petróleo e do Tribunal de Contas do Estado do Rio, para recolher dados que contribuirão com o trabalho do colegiado.
– A investigação é ampla. Uma porque uma série de noticias e de documentos para ser analisados. Mas o importante que nós tenhamos aqui, a consciência de que a CPI, pode se tornar um instrumento de grande valia para o Rio de Janeiro, para que tenhamos de fato um relatório amplo e conciso. No sentido que tenhamos o compromisso de sanar questões que não foram organizadas no passado, para que a população do Rio de Janeiro não sofra mais perdas, como as que vem acontecendo – enfatizou.
Além de Albertassi, a CPI será formada pelos deputados Comte Bittencourt (PPS), como vice-presidente, Luiz Paulo (PSDB), como relator, e Paulo Ramos (PSol), Bruno Dauaire (PR), Jânio Mendes (PDT) e André Ceciliano (PT).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Uma prova que não se tem o que fazer na ALERJ, desperdicio de tempo e dinheiro. CPI da Petrobrás para manter esses sanque sugas na midia.

Untitled Document