sábado, 31 de julho de 2021 - 03:39 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Porto Real implanta novas barreiras sanitárias nos bairros São José e Parque Mariana

Porto Real implanta novas barreiras sanitárias nos bairros São José e Parque Mariana

Matéria publicada em 25 de agosto de 2020, 17:14 horas

 


Com isso, Porto Real terá seis barreiras sanitárias instaladas no município
(Foto: Dorinha Lopes)

Porto Real – Mais duas barreiras sanitárias para controle de acesso de pessoas e veículos implantadas nos bairros São José e Parque Mariana, em Porto Real. Elas entrarão em operação na próxima quinta-feira (27) e incluirá serviços de aferição de temperatura e orientações para procura de atendimento médico, em caso de apresentação de sintomas da Covid-19.

São 20 profissionais, sendo dez da Secretaria de Saúde e outros dez da Secretaria de Ordem Pública, atuando diariamente nas seis barreiras que o município contará a partir de quinta-feira. Todas as ações contam com suporte da Guarda Civil Municipal.

Além do controle de acesso de veículos, há o trabalho da Vigilância Epidemiológica, que dá suporte às barreiras fazendo visitas domiciliares aos pacientes que apresentam quadro de febre, durante a abordagem, e, encaminhando o não morador à Secretaria de Saúde de sua cidade de origem.

Desde abril foram contabilizados: 67 moradores e outros 21 não moradores com quadro febril. Atualmente as barreiras encontram-se instaladas nas seguintes localidades: Rua Comendador Seigo Chokyu (São José), próxima ao Pórtico Municipal; Avenida Geraldo Ribas (perto do Parque de Exposições e outra próxima à antiga açucareira) e ainda à Avenida Henri Richard Pritchard, entrada de Bulhões. Com a ampliação dos serviços, a entrada do Parque Mariana e a divisa de Porto Real com Barra Mansa, entre o bairro São José e o distrito de Floriano, também passam a contar com as barreiras.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. 70% só álcool em gel! Kkkkkkkk!!!

    Viva o estádio de sítio, quero dizer, estado de calamidade pública arquitetado pela ALERJ, sancionado pelo WW e apadrinhado pelo Tio Chico do STF. Gastos públicos sem fiscalização continuarão a balde até o fim da COVID-99 a ser criada e solta pela China Comunista Esquerdopata.

Untitled Document